30 de nov de 2008

tristeza

hoje o dia foi difícil...
estive briguenta, chorona, encrenqueira, insuportável.
me sinto impotente, perante as reviravoltas da vida.
tenho saudade.
de apenas duas semanas atrás, qdo éramos mais inocentes (ou menos atingidos pelas ondas da vida) e tínhamos outras perspectivas.
me sinto incompetente: não sei/soube falar as palavras certas, não sei se soube agir pra ajudar o suficiente, fiquei e fico q nem uma paspalha, sem saber se devo ligar ou se devo deixar passar, distanciar...
não quero me impor. não quero ser portadora de [mais] lembranças (talvez elas sejam dolorosas, não sei. se forem, não quero trazê-las...).
não quero ser egoísta. se pra mim está difícil, imagino pra eles...
mas estou sendo egoísta, claro, lamentando tanto... se pra mim está sendo difícil, imagina pra eles...
ai.
e agora?

7 comentários:

Anasor Orisho disse...

acho inevitavel ser egoista nessas horas...

mas perdoar, seja lá o que for e quem for, ajuda bastante a separação ser muito mais tranquila...

buscar culpados não resolve nada, o que resolve é aceitar diferenças...

beijo

B i a disse...

ligue
chore
grite
xingue
converse,dialogue,na medida do possivel
e acima de qualquer coisa,faça o que o seu coração desejar.

Fabiola disse...

ihhhh
estamos no mesmo barco!
Mas sobram alguns né? :) ou :(
já nem sei o que dizer para mim ou para os outros!

Rojuh disse...

idem. ibidem. tribidem.
e não tem substituta que dê jeito...

Roju disse...

Rojuh = Roselene

Kathy disse...

Poxa...
Fique bem ok???
As coisas mudam, e mudam rápido... Pra pior e pra melhor...
Dê tempo ao tempo...
Abração!

Vivianne Pontes disse...

Meu Deus, são os hormônios...