29 de jan de 2008

crescendo...

como alguns já sabem, nós nos mudamos pouco antes do natal. vendemos o apertamento, ops, apartamento, e compramos uma casa. e estamos felizes!
a casa precisa de reparos, e decidimos, por enquanto, manter a b. no quarto da g., e a g. dormindo com a gente, coisa q ela sempre preferiu.
mas, de uns dias pra cá, a baixinha tem bradado q quer dormir no quarto DELA! q não é pra irmã ir dormir na cama dela e tals.
bom, ontem ela estava adormecendo no sofá da sala, e eu convidei "g., vamos dormir na sua caminha?" e ela, contrariando TODAS as expectativas, aceitou! foi, feliz, deitou na cama, puxou as cobertas, dormiu em minutos!
daí q, quase amanhecendo, ela acordou e veio pra minha cama, coisa muito comum de acontecer!
MAS... 7 e pouco, ela acordou de novo, sentou, esfregou os olhos, olhou em volta.
levantou e VOLTOU PRA CONTINUAR DORMINDO NA CAMA DELA!
achei tão fofo!!
é, minha menininha está crescendo!

24 de jan de 2008

Confucio

"Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro e depois perdem o dinheiro para recuperá-la. Por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem o presente, de tal forma que acabam por nem viver no presente, nem no futuro. Vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se não tivessem vivido..."

Se é do Confúcio mesmo, não sei, mas q é pertinente nessa época de histerismos a respeito de vacinas, ah, isso é!!!

11 de jan de 2008

QM

"Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda..."

Mario Quintana

Tatalina...

G. ganhou uma boneca lindinha do Papauél, q fica fazendo uns resmunguinhos até dormir qdo é colocada deitada.
G. A-DO-ROU essa boneca, a chamou "Tatalina" ("Catarina", mas é q "Tatalina" é tão mais a cada dela...!), anda pra cima e pra baixo com sua "filha".
Anteontem, elas estavam no banco de trás do carro, já era noite. G. estava morrendo de sono e a Tatalina ficava fazendo "ahhhh", "nhéé", "uaahhh". G. deitou no banco, abriu o braço, acomodou a boneca (como eu faço qdo durmo com ela!) e soltou a pérola:
- Ah, Tatalina, fica quieta... eu quero dormir!!!
Igualzinho a um adulto, qdo o filho está ranhetando e se está cansado!
Pensei comigo "é, vai chegar seu dia tb, de deixar de ser filha, pra ser mãe...".
Tatalina não é um nome DEMAIS?!
G. NÃO É DEMAIS?!!!