21 de set de 2007

cho-ca-da

fomos levar g. cedinho pra escola.
[ela tem aceitado melhor a escola, uma fofa!]
chegamos 8h e pouquinho, a auxiliar de classe (difícil não poder chamar de tia, viu?!) já estava no portãozinho pra recebê-la, abriu um sorrizão, recebeu a g. carinhosamente.
nisso eu reparei num honda fit estacionado e numa mulher de tailleur tirando um menino do carro. o moeque não tinha mais q 5 anos. e não queria sair do carro!
a mãe-executiva começou a PUXAR o menino, arrastando-o. o menino tentava se agarrar nela, tentava se agarrar no carro...
mas a mãe conseguiu arrancá-lo do carro, e o menino se agarrou num postezinho (daqueles de contenção de carro, sabem?).
o q a mulher fez?
ao perceber q o menino estava ali, deu uns passinhos rápidos e se TRANCOU NO CARRO.
ABANDONOU o filho (agarrado no poste).
o menino começou a bater na porta, querendo entrar no carro.
e a bruxa lá dentro, trancada.
cara...
eu fiquei tão chocada...
saí de lá quase chorando...
juro, eu posso enxergar o contexto dessa mãe, muitas vezes eu me vi assim, fudida, corrida, atrasada, cansada, sem paciência, estressada, mal-humorada, pressionada...
mas fazer o q ela fez com o próprio filho... EU NUNCA FARIA ISSO!!
eu saí muito mal, mesmo...

[em tempo: uma auxiliar da escola veio e pegou o menino no colo, dando um abraço apertado nele. gozado q, mm eu estando distante, deu pra perceber o carinho dessa moça! ainda bem!]

7 comentários:

Renata disse...

ai, caramba.
fiquei até com o coração apertado de imaginar a cena. também jamais faria uma coisa assim, fossem quais fossem as circunstâncias. credo.

Simone disse...

que horror!!! como seérá que ela consegue trabalhar?

thais disse...

ai, que horrível.

eu lembro de sempre me agarrar no portão da creche, que era verde, de chorar, não querer entrar de jeito nenhum. mas sempre fiquei em creche, querendo ou não. ai ai...

ana b. disse...

tha, eu penso q se uma criança repetidamente não quer ficar na escola, alguma coisa errada os adultos envolvidos estão fazendo...
pode procurar! ou a mãe não dá segurança, ou a escola não dá atenção, ou a creche não é a mais adequada àquele temperamento...
simplesmente deixar a criança SEMPRE chorando não dá!
e fazer o q essa mãe fez hoje, mm q tenha sido só hoje, PRA MIM, foi um absurdo!

Fabiola disse...

nossa
terrivel...da vontade de chorar.
ELa precisa rever alguma coisa mesmo

Carla, a mãe! disse...

Vaca!!!!
Tem gente que só é mãe pra cumprir protocolo!!!
Vaca!!!

Marlene (Maloca) disse...

Ana,
me manda um e-mail (malocapm arroba uol.com.br) para falarmos sobre os convites do jantar?
Obrigada.
Desculpe-me por "atravessar" o assunto do post. :o)