31 de mai de 2007

enquanto a gente aguarda...


eu e minha filha do meio, mês passado. ela não está uma moça? linda...


e o sapatinho da g., então, o q é isso??? dá vontade de comprar todos, amelo, laranja, azul, banco...

qto ao trabalho, ele está viajando, e deve chegar amanhã no RJ. se chegar tudo em ordem, a pressão diminui consideravelmente. qdo eu tiver certeza q está tudo ok, eu conto aqui o q ouve.
obrigada pela torcida!!!

29 de mai de 2007

ai...

o trabalho LIN-DO q eu tô me matando de fazer periga de ser recusado, pq a p%*#@ da gráfica não entregou no prazo certo (hoje)...
gente... re-cu-sa-do, pura e simples.
e com razão, pq o catálogo deve ir para praga, na tchecoslováquia, deve ter data certa pra chegar lá!
agradeço todas as manifestações do post anterior (mesmo, muito!) e vamos rezar* pra q dê tudo certo...
eu tô o pó da rabiola...


*e eu nem acredito em rezar... e deus é lá gráfica??? transportadora??? alfândega??? galpão???

28 de mai de 2007

pra dar risadinha

eu não tenho problema com dieta, nem sei o q é isso, mas q o povo precisa relaxar com essas histórias, precisa!

A gordinha estava em um banheiro de uma danceteria, pintando-se no espelho, quando de repente chega uma linda ruiva de olhos azuis. Ela tinha uma delicada cintura e usava uma calça justíssima de couro.
Enquanto a gorda observava essa escultural criação divina, a ruiva se olha no espelho e diz:
- Obrigada Herbalife.
A gordinha ficou paralisada com o lápis labial na boca, enquanto vê sair a ruiva. Continuou o que fazia, quando de repente entra uma maravilhosa loira, duas vezes mais bonita que a ruiva, corpo escultural, se olha no espelho e diz :
- Obrigada Coscarque.
[e eu nem imagino o q seja isso... rs]
A gordinha virou estátua com o tubo de rímel na mão e olha sair a tremenda loira. Continua sua maquiagem, quando entra uma linda morena, três vezes mais bonita que a loira, corpo modelado, pele suave, cintura ultra fina, lindas pernas, uma deusa! A morena se olha no espelho, observa cada um dos seus detalhes e diz:
- Obrigada Diet Shake.
A gordinha termina de se pintar, se prepara para sair, se olha no espelho e diz:
- VAI SE FODER, Mc Donald's!

postinho requentado, pq a chapa aqui continua fervendo...

saldo pra segunda-feira

trabalhei o fim-de-semana inteiro, indo na gráfica acompanhar meus trabalhos.

no sábado, comprei uma bolsa no bazar da denize, mas esqueci lá.

no domingo, perdi o show da palavra cantada q eu tinha ganhado ingresso (minhas amigas foram, mas eu e a g. não...), fui pra gráfica.

briguei com maridex. tô de saco muito cheio das neuras dele. muito, muito. de ter q tomar uma atitude.

discuti com filho mais velho à noite. o impertinente disse q achava q a gente era muito "acomodado". pirralho.

o trabalho em questão está atrasado. está ficando LINDO, mas está atrasado.

g. mijou na minha cama 2 vezes nesse findi... saco!!! (e q palavra horrível "mijar")

o cliente daqui a pouco chega no estúdio, vindo do rj, querendo ver o trabalho pronto... e eu nem consigo falar com o bestinha do vendedor...

à noite, tenho q dar aula... nem de longe preparei alguma coisa...

já entrou uns 3 emails da coordenação solicitando q eu reveja o material das aulas de DP q eu sou responsável... nem em sonho eu consigo fazer isso agora.

ai, ai... mais do mesmo. tá ficando chato, isso...

26 de mai de 2007

ainda na sexta-feira...

... não bastasse a "surdez", no final do dia eu esqueci meu laptop na sala de aula, embaixo da mesa, e fui embora pra casa!!
só fui lembrar qdo estava saindo do carro, já na garage, e falei pro maridex "pega pra mim o mac, q eu tenho q finalizar um trabalho ainda hoje" e ele "mas cadê sua bolsa???"
CARACAAA!!!!!
larguei meu mac lá na unip!!!!!!!
toca entrar no carro, ligar desesperada pra sala dos professores, pra ouvir, aliviada, q ele já tinha sido devolvido e estava são e salvo lá com a secretária...
ufa!
meu semestre precisa acabar logo!!!!!!!

25 de mai de 2007

e pra coroar a semana...

... hoje amanheci SURDA!
completamente do ouvido esquerdo e um pouquinho do ouvido direito...
é mole?
e agora, o q eu faço?????

23 de mai de 2007

pq a amamentação ainda é um problema...

entrei em contato com uma pessoa, pedindo q refizesse/melhorasse nosso blog da matrice. mulher, mãe, blogueira.
trocamos alguns emails, mas eu não sei bem pq, a coisa desandou, achei q eu passei uma impressão equivocada, fiquei meio chateada, me sentindo meio culpada, amaldiçoando alguma palavra digitada minha mal colocada... por fim, essa pessoa declinou, disse q não era por causa de dinheiro, mas escreveu com todas as letras q não tinha interesse em conversar a respeito do trabalho. ok, fazer o quê, né?...
mas como eu continuava chateada, me sentindo culpada (sem saber exatamente onde errei), andei fuçando o blog dela.
e achei esse depoimento:

Amamentação
Resolvi aderir à postagem coletiva que dá largada à Semana Internacional da Amamentação. E por um motivo muito forte: tenho sérias restrições à forma como o assunto é tratado. Quero deixar bem claro que sou totalmente a favor da amamentação. Sonhei minha gravidez inteira em amamentar o XXX até os seis meses, exclusivamente. Me preparei, fiz curso, palestras e tudo mais o que tinha direito.
Aí veio o momento tão esperado do nascimento. E ele, como a maioria de vocês já sabe, não passou nem perto da forma que todas as mães sonham. Emergência, UTI, parto prematuro… Só peguei meu filho no colo pela primeira vez cinco dias depois dele ter saído da minha barriga. Foi a primeira vez também que ele veio pro peito. Tentou sugar, até deu umas “bicadinhas”, mas a oxigenação caiu e ele voltou pra sonda gástrica. E lá se foram mais uns cinco dias até eu poder pegá-lo de novo no colo e tentar amamentar novamente. Dessa vez, ele ficou mais tempo, com o tubinho de oxigênio preso no sutiã, mas mesmo assim ele teve que tomar no copinho, porque continuou com fome.
Fomos pra casa e começamos as tentativas de amamentação. Até então, XXX tinha se alimentado somente com o meu leite - que eu tirava religiosamente de 3h em 3h e levava para o hospital diariamente - através da sonda. Sem esforço, sem sugar. Foi então que o drama começou. Ele só dormiu, era super pequenininho, sugava muito pouco e parava. Eu percebia que ele não estava se alimentando. Tirava o resto do leite e dava pra ele no copinho, pra evitar o bico. Aí é que ele mamava, mas mesmo assim engolia ar.
Os dias foram se passando e a agonia aumentando. Eu tinha pânico dele perder peso e ter que voltar para o hospital. Fiquei paranóica, na minha cabeça só o peito servia e mais nada. A cada mamada o stress era maior. XXX dormia, a gente catucava, tirava roupa, mexia. E nada. Mamava um pouquinho e parava. Ficamos nessa até o dia XXX, 17 dias depois do nascimento dele. Quando entramos no Pró-Nan, com orientação da XXXX, minha amiga/nutricionista que me salvou do hospício. Sim, porque eu teria enlouquecido se ela, minha mãe e o XXX não tivessem me apoiado tanto nessa decisão. A gente não precisa de mais gente pra nos cobrar. Nós já fazemos isso por conta própria.
E é por isso que eu falo da divulgação e a forma como essa informação tão importante é tratada. A amamentação deve realmente ser exaltada e estimulada. É o mais natural, o melhor para o bebê e para a mãe. Em todos os sentindos. Mas, não é o único caminho. Jamais teria optado por não amamentar por questões estéticas ou de praticidade. Mas foi a única opção que me restou. E só eu sei o quanto me doeu e contribuiu para os três primeiros meses do XXX terem sido muito, muito sofridos e traumáticos.
A saída? Acho que a divulgação deve continuar existindo. É uma causa muito, muito nobre. Mas, a realidade da amamentação precisa vir à tona. E não é pra falar de bico rachado ou de dor. Isso é detalhe. Mas sim pra dizer que amamentação e produção de leite não têm nada a ver com competência ou ser boa mãe. E que ela é a melhor, mas não a única opção. A relação mãe e filho não vai ser menos forte porque ele não olhou nos olhos dela enquanto mamava em seu peito. E ele não vai ser uma criança fraca, magrinha ou seja lá o que mais porque tomou leite artificial. Agora, uma coisa é verdade: uma mulher cheia de hormônios em sua corrente sangüínea, que teve sua vida virada de cabeça pra baixo com a chegada de um filho - principalmente o primeiro - certamente teria sua vida facilitade se, durante a gravidez, ela ouvisse que amamentar é um ato de amor. E decidir parar de amamentar porque seu filho precisa ganhar peso ou qualquer outra razão é um ato de muita, muita coragem.
Continuo apoiando e valorizando a amamentação. Durante muito tempo carreguei uma grande frustração - e uma culpa enorme - por não ter amamentado. Com o tempo, vendo meu filho crescer e percebendo todos os lados da maternidade, isso foi passando, ganhando um viés diferente. Estou me preparando para amamentar a XXX no peito. Sem pressões. E provavelmente essa tranqüilidade vai ser o fator decisivo para eu ter sucesso dessa vez. Pelo menos espero!


e depois, veio o comentário de uma leitora do blog...

Oi XXX!!!! Piruando pela net descobri o blog dos seus fofinhos…parabéns, eles são muito lindos. Também tenho uma baby, a pequena XXX e assim como vc e como milhares de mães não consegui amamentar. Fiz uma mamoplastia na adolescência e só amamentei a XXX na marra por 1 mês. Ô experiência frustrante meu Deus. Ninguém me orientou que não poderia amamentar e me preparei pra isso durantes os nove meses. Sou totalmente contra essa campanha impositiva da amamentação. Mãe não é só um seio, é uma realção que se constrói todo dia, independente de onde o bebê mama. Veja tantas mães que amamentam seus filhos por anos, criando uma relação simbiótica e doentia. Criando filhos inseguros e utilizando a criança pra afastar-se sexualmente do marido. Não amamentar pra mim fez com que eu optasse por uma relação bacana com a minha filha, sem dor, sem raiva, sem culpa e com muito, mas muito amor.
Bjs


meu deus digo eu...
como a gente tem um loooonnngo caminho pela frente...
de desmistificação, de mudança de paradigma...
como as pessoas (principalmente as mulheres q não conseguiram amamentar) sentem o recado da amamentação como "impositivo"!
incrível como a gente fala "alhos" e elas entendem "bugalhos"!!!!!
e, principalmente, como as pessoas envolvidas com mães e bebês, os cuidadores (médicos, enfermeiras etc) não estão preparados para assistir e orientar as mães e suas famílias no quesito amamentação!!!!
grosso modo, eu, q ainda me considero uma enorme LEIGA no assunto (apesar da experiência na matrice, apesar da minha experiência pessoal), sou capaz de apontar muitos outros caminhos q poderiam ser tentados e teriam resultado em sucesso na amamentação dos bbzinhos dessas mulheres...
pq, aparentemente, o MAIOR problema aqui foi de orientação, né? ou de falta de orientação...
o q vcs acham?

22 de mai de 2007

Pasme! Ser desorganizado não é problema. O caos é producente e economiza tempo e dinheiro de profissionais e empresas

clique no título e leia uma reportagem q vai me salvar a pele... rs

"Pessoas desorganizadas são tratadas como ineficientes, incapazes de estabelecer prioridades ou encontrar o tempo para se organizar ou com dificuldade em encontrar coisas. Isso não é verdade. Na maioria dos casos, o oposto é verdadeiro. Grosso modo, pessoas desorganizadas são mais eficientes e perdem menos tempo com detalhes bobos"

rararara!!!!
tô desculpada!!!!!

20 de mai de 2007

poema enjoadinho (vinicius de moraes)



Filhos... Filhos?
Melhor não tê-los!
Mas se não os temos
Como sabê-los?
Se não os temos
Que de consulta
Quanto silêncio
Como os queremos!
Banho de mar
Diz que é um porrete...
Cônjuge voa
Transpõe o espaço
Engole água
Fica salgada
Se iodifica
Depois, que boa
Que morenaço
Que a esposa fica!
Resultado: filho.
E então começa
A aporrinhação:
Cocô está branco
Cocô está preto
Bebe amoníaco
Comeu botão.
Filhos? Filhos
Melhor não tê-los
Noites de insônia
Cãs prematuras
Prantos convulsos
Meu Deus, salvai-o!
Filhos são o demo
Melhor não tê-los...
Mas se não os temos
Como sabê-los?
Como saber
Que macieza
Nos seus cabelos
Que cheiro morno
Na sua carne
Que gosto doce
Na sua boca!
Chupam gilete
Bebem xampu
Ateiam fogo
No quarteirão
Porém, que coisa
Que coisa louca
Que coisa linda
Que os filhos são!

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
todo mundo melhor.
eu é q fiquei gripada de novo. trabalhando até de madrugada... ninguém tem peninha de mim...
é a vida.
tô de mal-humor.
nada a ver com filhos (não... tô brava com o + velho)
sei lá.
deixa pra lá.
vamos ver a semana, né?

17 de mai de 2007

pagando a língua...

quase 10h, falando ao celular com a fabíola, ela me conta q fritou bife às 6 horas da manhã pra paola, filhinha dela.
tirei sarro, "comigo, não, violão!", q eu não ia fazer uma coisa dessas nem morta!!!!
desligo o telefone, e a minha g. pede "mamãe, qué maca-ão"...
não, g., não tem (mentira).
a bichinha vai até a cozinha, abre a geladeira, e fala "tem, sim, ó, maca-ão com moio banco!" e aponta para o pirex na 2ª prateleira.
daí eu pensei "a bichinha tá com fome" e... dei o macarrão com molho branco em plena 10 horas da manhã!!!!
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
explicação pra minha "fraqueza": desde segunda-feira ela vem vomitando, com diarréia, e tem se alimentado mal... achamos q é rotavírus, q o QM teve no fim de semana, e o r. tb ficou mal ontem mesmo...
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
explicação REAL pra minha "fraqueza": dane-se, quem disse q não se pode comer macarrão qdo se tem vontade???

KKKKKKKK!!!!!

16 de mai de 2007

como foi na água branca

foi uma delícia!
foi uma loucura!
foi um sucesso!!!
fotenhas pra comprovar...


as matrices esperando "bombar"...




olhem pra diversidade de produtinhos na "nossa" mesa... bacana, né?! e g., uma mocinha!!!!


dá pra ver o tanto de gente?

fotografias: beatrice basaglia

11 de mai de 2007

no parque da agua branca...

... logo mais a gente vai estar!
e vender bolsinhas porta-trecos que nem essa, que minha filhota gentilmente fotografou!





e vender adesivos, tb, com o símbolo internacional de amamentação.
toda a verba vai ser revertida para a manutenção e crescimento da matrice, nossa ONG q dá apoio à amamentação!
estão todos convidados, nesse dia existe uma feira de produtos orgânicos, um café gostoso, e especialmente amanhã, muitas mães e pais e irmãos e bebês e parentes e agregados fofos!!!

9 de mai de 2007

Ação de dia das mães da MATRICE - 12 MAIO

O Ritual do Início
Ao pensarmos no início da vida, nos rituais que acontecem na hora do nascimento, pensamos em quem vai cortar o cordão umbilical e como será o primeiro banho. Mas existe um outro ritual que antecede esses, que é o primeiro encontro entre Mãe e Filho, o primeiro olhar, o primeiro abraço, os primeiros sons, cheiros, carinhos, pele com pele e boca no peito, a primeira mamada.
É na primeira hora depois do nascimento que mãe e filho estão fisicamente mais prontos para enfrentar o início de um nova relação, a relação do leite materno, a relação do bebê agora fora da barriga e finalmente no colo.
No colo o bebê conhece o rosto da sua mãe, seu olhar e seu carinho.
(Não permita o uso de colírio antes do seu bebê ter a chance de olhar para você. Questione o uso do colírio)
No colo o bebê sente o cheiro da sua pele e procura instintivamente o seio onde irá receber o colostro, sua primeira imunização.
(Informe-se sobre as vantagens do colostro como primeiro alimento para seu bebê. Não permita que outro alimentolhe seja dado, além do seu leite, nos primeiros dias de vida)
No colo e no contato pele com pele o coração do bebê se acalma, sua temperatura se mantêm, sua respiração encontra um ritmo, benefícios que nenhum berço aquecido consegue imitar.
(O programa mãe-canguru baseia-se no uso do colo com melhor espaço para desenvolvimento de um bebê, prematuro ou não)
O colo na primeira hora é o espaço que mãe e bebê precisam para estabelecer uma amamentação de sucesso.
(Todas as rotinas com o bebê: lavar, pesar, injeções e medições devem ser evitadas até o bebê mamar ou pelo menos durante a primeira hora. Recomendação da OMS)

VOCÊ SABIA QUE:
* O recém-nascido deve ser amamentado ainda na sala de parto, imediatamente após o nascimento, pois o colostro apresenta proteínas de caráter imunológico, proporcionando a defesa necessária ao bebê.
* O período em que o bebê permanence sem mamar chama-se hiato imunológico, período preocupante, pois a criança está indefesa aos agentes externos, ficando assim suscetível a várias doenças, como a poliomielite, o virus Coxsakie do gênero dos Enterovírus, a E. Coli patogência, as Salmonelas e as Shigellas.
* Amamentar o bebê imediatamente após seu nascimento estimula:
- A produção do leite;
- A contração do útero (reduz o risco
de sangramento intenso);
- A eliminação do mecônio (primeira evacuação do bebê).
* Nessa primeira hora de vida, o reflexo de sucção do bebê é mais forte e eficaz e contribui para estabelecer uma "pega" apropriada.

Convite à Ação
Este ano a WABA* lançou a Semana Mundial da Lactância Materna (SMA 2007) comemorada em Agosto com o tema "Amamentando na Primeira Hora Salvamos um Milhão de Bebês!"
Queremos convidar grávidas, mães, pais, mulheres, jovens e crianças a participarem do nosso primeiro Amamentando no Parque: Um encontro de mães que amamentam (ou amamentaram) e que querem ajudar a promover a amamentação na primeira hora como prática comum para mães e bebês recém-nascidos. Esse será o primeiro de vários encontros que serão realizados daqui até Agosto em celebração à SMA 2007 promovendo a amamentação na primeira hora.
Para garantir uma amamentação bem-sucedida e um nascimento mais pacífico, mãe e bebê, juntos na primeira hora!

Onde: Parque da Água Branca "Feira de Orgânicos"
Quando: Sábado, dia 12 de Maio, véspera do Dia das Mães
Hora: das 9h00 às 12h00

Atividade: venda de produtos e adesivos com o logo internacional de amamentação, com o dinheiro faremos panfletos para informar mais grávidas da amamentação na primeira hora!!!

Manifesto Conjunto: responda à pergunta: Por quê Amamentar?
Inscrição: faça sua inscrição no local para continuar sendo informado dos nossos próximos eventos Amamentando no Parque.

Se você participa de um grupo de mães em outra cidade que apóia as recomendações da OMS em relação ao parto e amamentação, entre em contato conosco para ampliar essa ação... vamos nos dar as mãos!

* A Aliança Mundial Pró Aleitamento Materno (WABA) é uma rede global de indivíduos e organizações relacionada com a proteção, promoção e apoio da amamentação no mundo todo baseado na Declaração de Innocenti, nas Dez Diretrizes para Nutrir o Futuro (Ten Links for Nurturing the Future) e na Estratégia Global para Alimentação do Lactante e da Criança Pequena da OMS/UNICEF. A WABA possui categoria de consultor para o Fundo das Nações Unidas para a infância (UNICEF), e como ONG, tem categoria de consultor especial diante do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (ECOSOC).


Quero ver todo mundo lá!!!!

6 de mai de 2007

a gente...



fiquei com vontade de gritar pros 4 cantos q eles são meu tesouro, minha razão de viver... meus meninos de ouro!
q eu não consigo nem imaginar minha vida sem um deles, e q eu não conseguiria ser forte numa adversidade q por ventura os atingisse (como aconteceu com a renata, q está sendo de uma fortaleza incrível)...
como eu sou fraca e pequena e egoísta...
e feliz!!! com meus tesouros.

4 de mai de 2007

beleza, feiura

hoje estava dando plantão em pinheiros (não vou explicar, é longa a história), qdo a campainha tocou e eu acabei indo atender, estava sozinha naquele momento. era uma moça procurando o pessoal da casa q eu estava. era uma moça normal, mas ela estava toda tatuada, com uma roupa normal, mas descolada. as tatoos... isso q me chamou a atenção! não eram tatoos "normais", elas contavam uma história, era tudo muito interessante! olhando de frente, começava num ombro, mas continuava até as costas, subindo pelo pescoço em direção à nuca... no outro ombro, outros desenhos, linhas limpas, retas, símbolos quase gráficos tão interessantes...
fiquei com uma "inveja" danada, inveja de encontrar uma pessoa tão diferente de mim, q tinha feito suas escolhas tão diferentes das minhas escolhas, mas que me parecia ser tão interessante... ela me causou um enorme impacto!
daí à noite, fui jantar uma sopinha, antes de voltar aqui pro tronco. uma das mocinhas do atendimento (não é garçonete, é daquelas q se vestem de preto e meio q supervisionam o trabalho, sabe?) era tão bonita de feição, estava maquiada, bonita enfim. mas a roupitcha... ah, a roupitcha! a moça baixinha usava: calça preta agarradérrima, bunda violão, a calça com as pregas todas abertas de tão justa!!! blusinha preta agarradérrima, mostrando os pneus... e o sapato... plataforma! imaginem: plataforma + boca de sino nos pés + calça agarradérima na bunda + cintura marcada aparecendo os pneus da barriga!!! e, por cima, uma carinha delicada, maquiada, bonitinha até.
mas será q esse restaurante não teria alguma consultora de imagem pra orientar esse povo?

[em tempo: minha cunhada fez recentemente uma tatoo no pé: desenho de 3 ursinhos pandas. caraca. não tenho como explicar aqui o desgosto q é ver essa mulher com essa tatoo. é tão grotesco!!!]

[espero q ela não leia o blog... ui!]

2 de mai de 2007

a burrice de cada dia...

fornecedor - a senhora precisa desenhar a lombada...
eu - então vc precisa fazer o cálculo pra mim (q eu não sou louca, isso é responsabilidade deles lá)
fornecedor - hum... deu zero-vírgula-nove-meia-sete.
eu - zero-vírgula-nove-meia-sete o quê?
fornecedor - ué, zero-vírgula-nove-meia-sete...
(eu queria q a mocinha dissesse se era em centímetro, milímetro ou sei lá...)
fornecedor - humm... ... ... milímetros.
eu, depois de ver q ela hesitava - ok, zero-vírgula-nove-meia-sete milímetros, quase 1 centímetro, vou deixar com 1 cm mesmo!
fornecedor - não, não pode, tem q ser zero-vírgula-nove-meia-sete milímetros.
eu - mas isso é quase 1 cm!!!!
fornecedor - não, não é.
eu - claro q é!!!!
fornecedor - não, não é, depois dá perda de material, não dá certo...
eu (respirando fundo) - fulana, vc há de concordar comigo q 0,967 mm é quase 1 cm!!!!! mesmo q eu faça a lombada com 0,967 mm, isso dá quase 1 cm!!!!
fornecedor - não, não, pode ser q no processo industrial seja, mas aqui, q é tudo manual, pode dar diferença, e isso pode acarretar custos e...
eu - ok, ok, vou fazer com sua medida.
e deixei com 1 cm mesmo.

**********************************************

passando um fax com a assinatura do cliente autorizando o trabalho.
fornecedor - mas preciso de um carimbo, só está assinado.
eu - mas o cliente veio do rj e não tem carimbo nenhum aqui, vai ser uma fundação quem vai pagar!
fornecedor - ah, mas eu preciso de um carimbo, senão isso não anda, não vai pro departamento...
uns minutinhos depois...
eu - fulana, vc recebeu meu fax?
fornecedor - ah, agora sim, veio com carimbo! ok, vou encaminhar a papelada.
o q eu fiz?
carimbei com o MEU carimbo.

1 de mai de 2007

18 anos...

...é a idade do meu filho mais velho.
parece muito, mas não é!!!!
ele viajou nesse feriado dirigindo o carro da namorada pra minas gerais, numa cidadezinha qq q eu nem sei o nome, com um povo q eu nem sei quem é (tirando a pp namorada)...
conseguimos falar com ele apenas na 6ª feira, por muito favor, no celular de um amigo dele. depois, nenhuma notícia.
passamos sábado, domingo e 2ª sem qq informação, pois nem o celelular dele nem o da namorada funcionaram naquela lonjura...
ficamos sem saber se estava tudo bem, se estavam vivos, se estavam bem...

* * * * * * * * * * *
dia do trabalho é dia de... trabalhar! tô chegando no estúdio prum longo dia de trabalho!

* * * * * * * * * * *
g. encatarrada, quer vomitar e não consegue... tadinha!

* * * * * * * * * * *
b. quase entrando na tela do computador (PC!) dela. estudar q é bom...

* * * * * * * * * * *
ontem de madrugada conseguimos finalmente falar com o primogênito, está tudo bem. mas o q custa o imbecil ser maduro o suficiente pra dar pelo menos um alô de 1 minuto pra confirmar q está tudo ok? merda. q bom.

* * * * * * * * * * *
o problema é q eu tô me sentindo culpada pela bronca dada ontem... pode??