18 de dez de 2007

franjinha!!!!

eca, q horror!!!
essa onda de franjinha tá de matar... o q tem de muié velhusca de franja, "resgatando" sua juventude... ECA!!!
olha só, vejam se tem cabimento malu mader com "cara de menina"...


fonte: estrelando

o pior é q minha sogra sempre me enche o saco pra cortar a franja, e eu fiz (eu, não, a japoneusa) isso no mês passado... agora, além de ter q ficar cortando todo mês, ainda fico me sentindo A micada! de franja e com cara de tonta, igual a toda velhusca da face da terra!!!!

17 de dez de 2007

Tirado d'O pequeno príncipe:

(...)

- Um carneiro, se come arbusto, come também as flores?
- Um carneiro come tudo que encontra.
- Mesmo as flores que tenham espinho?
- Sim. Mesmo as que têm.
- Então... para que servem os espinhos?
Eu não sabia. Estava ocupadíssimo naquele instante, tentando desatarraxar do motor um parafuso muito apertado. Minha pane começava parecer demasiado grave, e em, breve já não teria água para beber...
- Para que servem os espinhos?
O principezinho jamais renunciava a uma pergunta, depois que a tivesse feito. Mas eu estava irritado com o parafuso e respondi qualquer coisa:
- Espinho não serve para nada. São pura maldade das flores.
- Oh!
Mas após um silêncio, ele me disse com uma espécie de rancor:
- Não acredito! As flores são fracas. Ingênuas. Defendem-se como podem. Elas se julgam terríveis com os seus espinhos...
Não respondi. Naquele instante eu pensava: "Se esse parafuso ainda resiste, vou fazê-lo saltar a martelo". O principezinho perturbou-me de novo as reflexões:
- E tu pensas então que as flores...
- Ora! Eu não penso nada. Eu respondi qualquer coisa. Eu só me ocupo com coisas sérias!
Ele olhou-me estupefato:
- Coisas sérias!
Via-me, martelo em punho, dedos sujos de graxa, curvado sobre um feio objeto.
- Tu falas como as pessoas grandes!
Senti um pouco de vergonha. Mas ele acrescentou, implacável:
- Tu confundes todas as coisas... Misturas tudo!
Estava realmente muito irritado. Sacudia ao vento cabelos de ouro:
- Eu conheço um planeta onde há um sujeito vermelho, quase roxo. Nunca cheirou uma flor. Nunca olhou uma estrela. Nunca amou ninguém. Nunca fez outra coisa senão somas. E o dia todo repete como tu: "Eu sou um homem sério! Eu sou um homem sério!" e isso o faz inchar-se de orgulho. Mas ele não é um homem; é um cogumelo!
- Um o quê?
- Um cogumelo!
O principezinho estava agora pálido de cólera.
- Há milhões e milhões de anos que as flores fabricam espinhos. Há milhões e milhões de anos que os carneiros as comem, apesar de tudo. E não será sério procurar compreender por que perdem tanto tempo fabricando espinhos inúteis? Não terá importância a guerra dos carneiros e das flores? Não será mais importante que as contas do tal sujeito? E se eu, por minha vez, conheço uma flor única no mundo, que só existe no meu planeta, e que um belo dia um carneirinho pode liquidar num só golpe, sem avaliar o que faz, - isto não tem importância?!
Corou um pouco, e continuou em seguida:
- Se alguém ama uma flor da qual só existe um exemplar em milhões e milhões de estrelas, isso basta para que seja feliz quando a contempla. Ele pensa: "Minha flor está lá, nalgum lugar..." Mas se o carneiro come a flor, é para ele, bruscamente, como se todas as estrelas se apagassem! E isto não tem importância!?
Não pôde dizer mais nada. Pôs-se bruscamente a soluçar. A noite caíra. Larguei as ferramentas. Ria-me do martelo, do parafuso, da sede e da morte. Havia numa estrela, num planeta, o meu, a Terra, um principezinho a consolar! Tomei-o nos braços. Embalei-o. E lhe dizia: "A flor que tu amas não está em perigo... Vou desenhar uma pequena mordaça para o carneiro... Uma armadura para a flor... Eu...". Eu não sabia o que dizer. Sentia-me desajeitado. Não sabia como atingi-lo, onde encontrá-lo... É tão misterioso, o país das lágrimas!


(...)

Hoje é dia de blogagem coletiva, para chamar atenção para a história de Flavia e, ao mesmo tempo, alertar sobre o perigo dos ralos das piscinas mal dimensionados, e, ainda, reclamar da lentidão da justiça brasileira, q após quase 10 anos, ainda não deu uma resposta satisfatória ao processo levado contra as empresas co-responsáveis pelo coma dela.
Odele, Flavia, sou solidária a vcs. Torço por vcs, e, como outros, aguardo o dia que sua luta obtiver vitória.
Flavia, é misterioso o país das lágrimas, mas haverá o dia q vc verá o país do sorriso, vitorioso, saudável, feliz. Eu acredito nisso, sua mãe tb! Feliz aniversário!

15 de dez de 2007

Timão!

ê, timão!!!!
a fifa acabou de confirmar q o time é MESMO campeão mundial de 2000!!!
RARARARARARARARA!!!!!

[clique no título, pra ver a notícia!]

12 de dez de 2007

Pernilongos...

Deixaram a janela aberta no quarto do meu filho.
À noite, qdo ele chegou, nós contamos 24 PERNILONGOS, mas tinha mais, eu é q me exasperei e parei de contar!
Vcs acreditam???
24 pernilongos só no quarto dele, parados nas paredes, fora os q estavam voando (e tinha!), fora os do quarto das meninas, fora os do meu quarto, fora os da sala, fora os da área de serviço, fora os de dentro da caixinha onde dorme minha bull terrier!!!!
E eu moro no sexto andar...

6 de dez de 2007

E na sala dos professores...

... encontrei um xerox de uma questão de uma prova, assim:

4) O que são apóstrofos?
Resposta [com letrinha bem redondinha, bonitinha]: Apóstrofos são os amigos de Jesus, que se juntaram naquela jantinha que Michelangelo fotografou.

Mas não é de sentar e chorar?... Na sala dos professores de uma Universidade!!!
É demais, não é?!!

27 de nov de 2007

viva...

...enlouquecendo, mas viva!
cheia de coisas, de novidades, de mudanças, de esperança.
mas alucinada!!!
desculpem...
não deixem de visitar o blog da flávia (aqui ou no link aí do lado, por favor), falei com a odele (mãe dela) hoje, um amor de pessoa, q está travando uma batalha de formiguinha versus gigante, e ela há de vencer!
por enquanto é isso, qdo der, eu volto com minhas novidades!
um beijo e um queijo!!

13 de nov de 2007

sabe q horas a eldorado transmite a hora do brasil?

não???
eu sei... às 5h30 da manhã!
eu sei pq fiquei direto no estúdio, até as 6 horas da manhã!!!
eu vi o sol nascer... os passarinhos cantando... e eu trabalhando.
cheguei às 6h15 em casa, dormi apenas até as 8h40, pq um pouco antes das 9h teve vistoria no meu apê (conto outro dia disso)...
daí voltei pra trabalhar, à tarde fui até tamboré numa gráfica, voltei pro estúdio, saí para dar uma aula, voltei pro estúdio de novo, atender uma cliente q está com os prazos super-apertados...
é isso, ufa!
tô um caco...

7 de nov de 2007

Baby-Art no MAM!



Neste sábado, dia 10 de novembro, a partir das 15h, na marquise do Parque Ibirapuera, a arte-educadora Anna Marie Holm, autora do livro Baby-art, os primeiros passos com a arte, vai estar lá, junto com a equipe do Educativo do MAM, promovendo oficinas artísticas com as crianças de todas as idades que aparecerem!

Se você foi no evento da Matrice do dia das crianças e gostou, saiba que as atividades que acontecerão neste sábado serão semelhantes (na abordagem) e ao mesmo tempo muito diferentes (porque a Anna Marie tem idéias muito boas!!), então vamos repetir a dose!
Se você não foi, mas gostaria de ter ido, não perca esse evento!
E se você está curioso, apareça, traga seu bebê (de qualquer idade), vai ser muito gostoso fazer e pensar arte (aliás, o outro título do livro da Anna Marie!)

SERVIÇO:
O quê: oficinas artísticas com algumas atividades descritas no livro Baby-Art, os primeiros passos com a arte
Onde: na marquise do Parque Ibirapuera
Quando: 10 de novembro, às 15h
Quem: famílias com crianças até 6 anos
Quanto: gratuito, retirar senha com 1 hora de antecedência no MAM

31 de out de 2007

(eu trocando de roupa na frente da g.):
– olha, mãe, tetês...
– é q eu sou menina, né, g.
– não, mãe, você é muié!!!
***
(no carro, levando pra escola):
– g., vc não vai mamar mais na mamãe?
– não.
– pq não?
– mãe, eu agora sou gande...
– ah, vc não é mais bebê...
– é, eu sou quiança, eu até ganhei minha istéfani (boneca-eca!-do-lazy-town)...
***
correndo por aqui... algumas amigas reclamando do sumiço... mas a chapa tá quente, viu?
logo mais, coquetel do prêmio jabuti, ôba!!!
e passem no blog da matrice, notinha sobre peito q NÃO CAI com amamentação (claro, EU não ligaria, mas tem tanto mito isso ainda...)
fui..........

19 de out de 2007

uniqua sob a piscina

ah... essa minha bull é uma figurinha!!!
hoje ela tem "aula" com o adestrador... era o q me faltava... rs
além das escolas dos filhos, arcar com a escola da cachorra!!!

10 de out de 2007

eu vou ser tia!



a morena bonita daí da foto, minha cunhadinha, está grávida! q delícia!!
filho é tão bom, tão gostoso... gravidez é sempre sinônimo de alegria, de uma nova chance, de realização, só de coisas boas!!!
querida, tudibão! q vc tenha uma gravidez ótema, tranqüila, feliz!
ah, parto natural e amamentação por pelo menos 2 anos, hein?! q eu não ia deixar de fazer meu comercial... rs!!!
e pra barbs e pro fico matarem a saudade, fotenhas das meninas da minha vida...


uniqua, tiz e gabi!

em dezembro nos vemos aqui, em janeiro/fevereiro-08 quero visitá-los aí!!!


******************************

a fabiola-fooofa e a simone-querida me indicaram como um dos blogs q elas sempre lêem! garai, o q será q eu fiz pra merecer essa honra? pq eu me acho tão sem-graça, sem-assunto, sem-sal ultimamente...
essa indicação merece um post bacana, bem feito, com minhas indicações tb! vou ali pensar, depois eu volto.
por enquanto, obrigadinha, viu, meninas? pela lembrança e pelo carinho!! eu tb sempre leio vcs!!!

3 de out de 2007

o futuro da amamentação

Minha irmã que mora nos EUA veio me visitar no mês passado e trouxe minha sobrinha de 9 anos, que é americana.
O T. (onze semanas) começou a chorar e ela falou:
– “Let’s give him food… where is the bottle?” (vamos dar comida a ele, onde está a mamadeira?)
Falei que ele não mamava na mamadeira, e sim no peito e dei o peito a ele. Ela arregalou os olhos e ficou maravilhada com aquilo. Depois ela me perguntou se eu não me importava de amamentar em público. Eu disse que não, e expliquei a ela por que devemos amamentar, como ocorre a produção de leite, e lhe ensinei em inglês um monte de palavras relacionadas à amamentação. Lembrei que uma das primeiras coisa q aprendi na escola é q somos mamíferos, mas isso não quer necessariamente dizer que mamamos nos peitos de nossas mães… Que absurdo! Somos mamíferos, porém “mamamos” leite de vaca, Parmalat (como diz a propaganda…), Nan e Nestogeno (no meu caso, desde os meus 4 dias de idade).
Enfim, minha sobrinha ficou alguns dias colada em mim, pedindo para que eu amamentasse o T. a toda hora.
O T. adorou! Só espero que ela se lembre no futuro das coisa que lhe falei, quando chegar a hora de alimentar seu próprio bb lá nos EUA.
Depoimento da Clarissa, mãe do T., com 11 semanas




DOMINGO dia 7 de outubro
Início: 14h30
Local: Galpão da Ana Thomaz
Rua Muniz de Sousa, 517 - Rua do Parque da Aclimação
Tel. 3399 4257

PROGRAMAÇÃO
Contação de Histórias com Kiara Terra
Floresta Sensorial para crianças de 0 a 100 anos
Lanche de Confraternização (tragam seu lanche preferido ou um suco)

Importante: fazer inscrição enviando email para grupomatrice@gmail.com ou pelo telefone [11] 9622 3737 (Fabíola). As inscrições são para avaliarmos a idade das crianças.

26 de set de 2007

uniqua...



...no ibirapuera, "socializando" com outros cachorros.
não é uma fooofa?!

* * * * * * * * * * * * * * * * * * *

SEM vacina, carla, sem vacina!
[eu arrumei uma confusão danada no orkut, por causa disso! mas se eu não vacino meus filhos, nem o fritz, pq iria vacinar a uniqua??]

24 de set de 2007

montanha-russa...

há muito tempo atrás, eu assisti um filme numa sessão da tarde (na época q eu não tinha absolutamente NADA pra fazer, ô vida boa, no século passado já!) sobre uma família enorme, pai, mãe, 3 ou 4 filhos fora-do-padrão-certinho, vó, gato, cachorro, parentada... e, lá pelas tantas no filme, a vózinha falava pra neta (personagem principal, a mãe da família) q tudo era como uma montanha-russa, às vezes lá em cima, às vezes lá embaixo, subiiindo, desceeeendo, aquele frio na barriga pelo desconhecido muitas vezes, mas sempre dinâmico.
pois assim é minha vida! nunca esqueci dessa analogia!

6ª feira, telefonema de secretária de cliente BOM e GRANDE, reclamando q o autor está sem retorno, marcando reunião na 2ª feira, e q ELES QUEREM O LIVRO PRONTO NA SEMANA Q VEM, pedindo uma posição minha. ai, ai, q a revisora sumiu.
6ª feira à noite g. teve febre, dorzinha de garganta. trabalhei até as tantas, fomos pra casa, fizemos a mala, íamos pra praia. a filhota estava indócil e comeu ração dos esquilinhos da mongólia q tinha sobrado e estava guardado na prateleira da área de serviço... de madrugada, em plena marginal, desistimos, a cachorra-filhote continuava muito indócil no carro, ficamos receosos de ter mais problema no caminho...

abre parênteses: tenho dormido picado, levantando sempre pra liberar a filhote pra fazer xixi no jornal, pq eu não SUPORTO muita "bagunça" -leia-se sujeia-, e só tem eu pra educar essa bichinha, o resto do povo em casa prefere dormir... e lá vou eu trocar jornal, higienizar área de serviço, fechar o lixo, pra amenizar os cheiros... ai, ai. fecha parênteses

sábado levantamos cedinho, e fomos pra praia (a casa está em reforma, e fomos dar um "apoio"). mas deixamos a filha do meio com a filhote em casa, pra evitar "surpresas" com os avós na praia. [o filho mais velho nem volta pra casa no findi]
g. me atordou o dia inteiro, claro, ela quis ir na praia, quis andar de velotrol, não quis comer (mas estava com fome), chorou, fez manha, quis lavar a mão, quis lavar o pé, mas não quis, de jeito nenhum, tomar banho, enfim... quis atenção, afinal ainda não tem nem 4 anos!
maridex só deu atenção pros "profissionais", pedreiro, eletricista, caseiro, curioso, faz-tudo-meia-boca-da-praia-grande...
no meio disso tudo, liguei meu laptop e continuei trabalhando, tenho muitos projetos atrasados.
voltamos de noite, g. voltou a ter febre.
email de autor (o do livro lá de cima), reclamando q a revisora contratada não dá retorno (e não deu mm, tem um mês!), solicitando troca de revisora. ai, ai.

domingo, acorda cedo (pra liberar, acompanhar, limpar a cachorra), tirei todo mundo cedo da cama tb!
um trabalho do cão limpar tudo e tanto e de novo, e de novo...
liga cliente da gráfica, dizendo q a capa "tem problema", uma ladainha, eu sem paciência, problema nenhum, ela é q quer uma coisa muito pessoal, mas é só ela dizer CLARAMENTE o q ela quer. mas ela PRECISA SABER o q ela quer, não?... então.
fomos almoçar no shopis, q ninguém é de ferro...
comprei um livro de poemas para crianças, lindo. tudibom.
deixamos b. em casa, voltamos pro estúdio. maridex, malandro, fica enfurnado nas suas coisas e "sobra" g. no estúdio, falando q nem uma matraca e, qdo ela percebe q eu não estou prestando muita atenção, dá pra pedir pra fazer xixi. ela quase q pede de 5 em 5 minutos!
daí finalmente foram embora, e eu pude me concentrar em fechar minha revista, fiquei até 2 da manhã!!! parece fácil o trabalho, e é, mas é cheio de nunances, e o tempo voa!
o cliente do livro manda email, parece q as coisas estão sob controle.
cheguei em casa, e a coitada da filhote estava com diarréia... eu mereço?? fez uma sujeira danada, toca a LAVAR o banheirinho da área de serviço... sabe a ração dos "ratos" (não é pra chamar esquilo de mongólia de rato, mas eles são isso mm, né, roedores...)? pois é, deve ter feito mal pra cachorra, né?... ai, ai...

acordei 5h30, liberei a bichinha pra fazer xixi, fez.
6h30, ela sujou toda sua caixa de contenção com cocô mole DE NOVO. toca limpar tudo DE NOVO.
7h30 a g. estava inquieta, "papai, vamu pra icola, vaaaamu logo"... pra quem não queria ir a alguns dias atrás...
enfim...
é ou não é uma montanha-russa?
começando tuudo de novo, boa semana!

21 de set de 2007

cho-ca-da

fomos levar g. cedinho pra escola.
[ela tem aceitado melhor a escola, uma fofa!]
chegamos 8h e pouquinho, a auxiliar de classe (difícil não poder chamar de tia, viu?!) já estava no portãozinho pra recebê-la, abriu um sorrizão, recebeu a g. carinhosamente.
nisso eu reparei num honda fit estacionado e numa mulher de tailleur tirando um menino do carro. o moeque não tinha mais q 5 anos. e não queria sair do carro!
a mãe-executiva começou a PUXAR o menino, arrastando-o. o menino tentava se agarrar nela, tentava se agarrar no carro...
mas a mãe conseguiu arrancá-lo do carro, e o menino se agarrou num postezinho (daqueles de contenção de carro, sabem?).
o q a mulher fez?
ao perceber q o menino estava ali, deu uns passinhos rápidos e se TRANCOU NO CARRO.
ABANDONOU o filho (agarrado no poste).
o menino começou a bater na porta, querendo entrar no carro.
e a bruxa lá dentro, trancada.
cara...
eu fiquei tão chocada...
saí de lá quase chorando...
juro, eu posso enxergar o contexto dessa mãe, muitas vezes eu me vi assim, fudida, corrida, atrasada, cansada, sem paciência, estressada, mal-humorada, pressionada...
mas fazer o q ela fez com o próprio filho... EU NUNCA FARIA ISSO!!
eu saí muito mal, mesmo...

[em tempo: uma auxiliar da escola veio e pegou o menino no colo, dando um abraço apertado nele. gozado q, mm eu estando distante, deu pra perceber o carinho dessa moça! ainda bem!]

19 de set de 2007



tenho ficado até mais tarde no estúdio. e ando tão cansadaaaa...
acordo (naturalmente) por volta de 5h, 5h30 da manhã, pra colocar a cachorra pra fazer xixi. eu mereço. a cachorra nem é minha...
eu tenho síndrome de tomar conta do mundo!

14 de set de 2007

saldo da 1a semana da g. na escola

foi felizinha da silva no primeiro dia.
foi feliz no segundo dia.
deu uma choradinha básica pra entrar no terceiro dia. eu avisei a menina da recepção (não pode chamar mais ninguém de tia, é politicamente incorreto, ai, ai...), bom, eu avisei a moça da recepção q ela podia estar estranhando a assistente (???) q tinha aparecido pra buscá-la, talvez pq a g. não a conhecesse...
não quis ir no quarto dia. mas eu dei um desconto, foi dia de faxineira, e a g. adora a mulher (por sinal, a faxineira é uma múmia, não sei como ela cativou a g.!).
na sexta-feira, foi um custo convencê-la a sair de casa, g. chorava e esperneava. mas afinal, acalmou e eu disse q ia só passar na escola, q ia só conversar com a coordenadora, q ia tomar um café e a g. ia comigo... afinal, ela resolveu ir. estava na garagem qdo encontramos com a babá, q estava chegando... g. armou aquele bico, os olhinhos cheios d´água "ka-í, eu não quero í na icola"...
ah, é tão bom qdo se pode ficar em casa... e g. ficou!
ai, ai...

12 de set de 2007

mais um prêmio!


a gráfica com a qual trabalhamos enviou um email, comunicando os clientes sobre seus recentes prêmios. e um dos livros contemplados fui eu q fiz (com carlito carvalhosa)!!!!
"14º concurso latino-americano de produtos gráficos theobaldo de nigris"! na área de impressão, o theobaldo de nigris é super-reconhecido (eu, inclusive, já dei aula lá no senai theobaldo de nigris!).
ê, beleza!
* * * * * * * * * * * * * * * * *
e se vc quiser saber um pouco mais sobre a estupidez humana, aqui vai um link, sobre 3 livros q versam sobre ela... quem sabe ajuda...

10 de set de 2007

aula!

1º dia de aula da g.!
ela acordou cedo, mas só foi mais tarde, quase 9h30.
ficou bem.
fui buscá-la mais cedo tb.
voltou bem.
agora orgulhosa de ir na escola, como os irmãos.
aproveitamos e fomos buscar a b., e deixamos as duas na portaria do prédio.
e minha mocinha saiu do carro, mochilinha nas costas, deu tchauzinho com um sorriso escancarado no rosto, deu a mão pra irmã e subiram pro apê.
ai, ai.
* * * * * * * * * *
mas a segunda-feira está pesada. muita coisa nebulosa pela frente... tomara q tudo se resolva. LOGO.

4 de set de 2007

essa é a minha uniqua!



b. tanto pediu, e implorou, e eu enrolei ela por tanto tempo...
daí apareceu essa filhotinha-linda, e eu não resisti... comprei e tá lá em casa!
agora é q eu quero ver como vai ser...

___________________________________

respondendo: a uniqua é uma filhote de bull terrier! ela é inteirinha branca e tem uma marcação pirata no olho esquerdo e a orelhinha direita tb preta! ela é uma fooofa! parece uma porquinha, cheia de dobrinha...! quem quiser saber mais sobre a raça, pode clicar aqui, por exemplo. eu e a b. estamos montando um blog, pra falar dela e do fritz, nosso outro cachorro (é, eu sou maluca!), em breve divulgo o endereço, vai ser meu projeto com minha filha do meio!

3 de set de 2007

Uniqua...


... chegou!
pq não basta ter filhos, é preciso alcançá-los! é preciso agradá-los! é preciso amá-los (e amar o q eles amam)!

29 de ago de 2007

Paciencia - Lenine

eu AMO essa música...
a vida não pára.
hoje mais do q nunca...

barata tonta...

...fiquei hoje o dia inteiro.
depois q passei no blog de uma amiga virtual, e ela postou q, anteontem, o marido, do nada, 30 e poucos anos, morreu depois de uma convulsão e uma parada cardíaca.
cara.
mundo muito estranho esse.
de repente, toda a cor do meu dia esvaiu-se.
fal... sei q nenhuma palavra vai adiantar agora... mas sinta meu carinho e meus pêsames, eu sinto muito!
gente bacana NUNCA devia passar por isso...
com tanta gente escrota dando sopa por aí...
ai, q merda.

25 de ago de 2007

a semana...

...foi hard!
vcs não imaginam qto!!!
3a feira saiu o resultado do Jabuti, ganhamos. legal!
4a feira, na hora do almoço, entramos na bunda de uma besta, parada (sem sinalização) no meio da marg. pinheiros. arregaçamos o carro... merda!
5a feira, cortei o cabelo, chegando em casa a g. não me reconheceu... "mãe, é você?..." tadinha...!
6a feira, fomos parados na marg. pinheiros, quase na bandeirantes, pela PM, pq a placa do carro não tinha visibilidade, e tivemos o documento do carro apreendido... ô, shit!!! enquanto o seu-guardinha fazia seu servicinho meia-boca, eu vi passarem pelo menos quatro carros com placa em muito pior estado, 2 trombadinhas fugindo de um assalto numa moto, e um carro importado entrando na contra-mão na saída do jockey... q país de merda vivemos... mas o seu-puliça fez o trabalho dele... ah, tá...
por outro lado, consolidamos uma amizade linda, e minha amiga fabiola fez uma homenagem bacana pra mim no blog dela, uma delícia!!! amizades assim valem a pena, né?!
_____________________________________________
update: mas eu não estou down, não, pelo contrário!
a semana foi hard, mas o saldo é positivo, por incrível q pareça! eu sempre penso q poderia ser pior... instinto de poliana, sabem?...

22 de ago de 2007

jabuti!



ah, ontem saiu os vencedores do Prêmio Jabuti edição 2007!
e nós vencemos!!! na categoria "projeto gráfico"!!!
o livro MAM na OCA ficou lindo mesmo, deu um trabalho enorme, e é muito prazeiroso ter o trabalho reconhecido!
fiquei muito feliz!
notinha do estadão, leia aqui.
notinha no globo, clique aqui.
e no próprio site da CBL, veja meu nominho lá!!!

21 de ago de 2007

o q é a compreensão do cerumano, né, minha gente?...

na frente do meu estúdio tem uma pracinha. nem simpática nem nada, mas um pontinho de verde, vá lá...
com umas árvores enormes, pra tentar filtrar um pouco da poluição da lapa, q já foi um bairrinho bacaninha, mas hoje ninguém nem lembra q existe.
não importa, o fato é q existe a tal praça, verdinha, mas o povo, ah, nosso povo...
na ponta de lá existe uma árvore enooorme (q eu nem vou arriscar o nome, de tão urbana q sou) e um espaço sem grama embaixo, pq não bate sol, pq é a área da raiz e tal.
o povo q passa por aqui deixa LIXO desde sempre nesse espaço (gente a pé e gente de carro, até importado, q eu já vi!).
ora, a praça não é depósito de lixo, concordam?
então, depois de alguns moradores reclamarem, a prefeitura veio e colocou uma placa, avisando os incautos q ali NÃO É local pra se jogar lixo. ah, claro, o povo não sabia, ah táá...


então, pouco a pouco, as pessoas ficaram inibidas (ou se concientizaram) e deixaram de jogar lixo lá...


só que...


ninguém falou nada sobre jogar lixo na parte DE TRÁS da árvore... se ninguém falou nada (nem colocou placa), então deve poder, né?...
elementar, meu caro watson!!!

20 de ago de 2007

segunda-feira...


[clique na imagem para visualizá-la maior]

preciso dizer mais?...

15 de ago de 2007

estou aqui!!!!

sumida, eu sei, ocupadérrima com as mil facetas da minha vida...
não desisti de falar sobre amamentação prolongada, pq percebi, em função dos últimos posts (e de ser acusada injustamente de radical, xiita, insensível...), q muitas pessoas acham, erroneamente, q amamentar após os 6 meses não traz benefícios reais, nutricionais...
de repente, eu percebi q as mulheres podem se ressentir com o discurso da amamentação a longo prazo justamente pq elas acham q dão tanto carinho (e colo, aconchego, amor, muito associados à amam. prolongada) qto a mãe q amamenta por 2, 3 anos...
mas não é só isso!
amamentar por 2 anos (ou mais) traz, sim, benefícios NUTRICIONAIS ao bebê.
estudos pululam por aí... basta querer lê-los.
por exemplo, aqui (indicação da vanessa, nutricionista de mão cheia).
estamos preparando, na matrice, um material sobre esse assunto, em breve eu aviso aqui.
por outro lado, PRA MIM, essa justificativa não é fundamental... EU sei, intuitivamente, q minha filha se beneficia enormemente de mamar no peito por mais tempo q os reles 6 meses...
eu fico maluca qdo ouço algum pediatra-mequetrefe (e, acreditem, isso existe aos montes) falar pra mãezinha q o leite-é-fraco, já-tá-bom, não-cresce-como-ELE-gostaria, não-cresce-na-tabela, é mais fácil indicar um leite de vaca e parar de ouvir as reclamações dos pais do q insistir e orientar adequadamente uma boa pega, como relaxar, como tratar uma mastite, como fazer livre-demanda (muitos não sabem nada disso!)...
agora...
o q tem de mãe louca pra ouvir de fora uma justificativa qq q corrobore o desmame... ah, é o q mais tem!
"eu queria tanto, mas o doutô disse q não dava...", "eu queria tanto, mas o bb não engordava os 30gr por dia da tabela xyz...", "eu queria tanto, mas já tá bom, né?...", "eu queria tanto, mas é feio criança grandona mamando no peito...", "eu queria tanto, mas não saía mais nada...".
e depois me chamam de exagerada!!!
essas situações existem, mas pra cada uma delas, existe uma resposta alternativa... mas a mulher precisa QUERER, procurar, se informar, acreditar, se cercar dos profissionais certos...
*
gabriela precisa ir pra escola... e agora?
(pensa q é fácil? temos mais 2 filhos na escola... sabe qto custa isso tudo??)
*
indo pra campinas... trabalhar! bjs!

9 de ago de 2007

Minha resposta pra mulherada do Livro de Visita do Mothern:

Olá, pessoal, boa tarde.
Sou a "tal Ana Basaglia", q tanto vcs têm comentado por aqui...
Venho a público dar algumas derradeiras explicações, pq eu realmente fiquei muito chateada com tudo q aconteceu...
Volto a repetir, a publicação do texto da Tatiana no blog da Matrice, sem estabelecer a autoria, foi com a intenção de apenas ilustrar equívocos na questão da amamentação em geral, sem pretender prejudicar diretamente ninguém.
Não preciso me estender aqui, pq me entende quem quiser, e vê intenção de dolo tb quem quer. O blog da Matrice já se retratou, já se explicou, já tirou o texto do ar, e já propôs um espaço de discussão (no sentido da conversa) para questionamentos sobre o q é realmente equívoco em amamentação.
De fato, visitei os blogs de todas as meninas q reclamaram na Matrice e respondi a cada uma delas e, acreditem, meu tom não foi falso. Eu escrevo muito parecido de como eu sou, e minha intenção ao visitá-las foi tentar esclarecer meu jeito de pensar.
Mas, aparentemente, não fui feliz ao citar o assunto em meu próprio blog, pois vi um post da própria Tatiana (o único q eu li desde então) reclamando q eu as chamei de "malucas"...
Qto a isso, não posso remediar... só tenho a dizer q é meu jeito de falar, de me expressar. Em tanto tempo de mundo virtual, já vi gente se tratando de maneira bem mais chula, e ninguém se estranhou. Quem me conhece, sabe desse meu jeito irreverente. Quem freqüenta meu blog, já me viu xingando marido, filho, amigo, nunca com palavrão, mas palavras como "maluco", "besta", "infeliz", "vaca", aparecem sempre...
De mais a mais, não é uma "maluquice" vcs acharem q quem defende a amamentação não se incomoda em ver o próprio filho passando fome?? Não é uma "maluquice" dizer q quem defende a amamentação faz distinção entre "mãe q amamenta" e "mãe q não amamenta", classificando-as em "boa mãe" e "má mãe"??
Vcs disseram isso (e coisas muito mais "malucas") ao reclamarem sobre o post não-autorizado (posso apontar textualmente aonde está escrito isso), vendo falta de apoio da parte da Matrice onde é justamente o contrário:
- o blog está aberto a quem quiser escrever e relatar sua experiência (boa ou ruim, tanto faz) em amamentar, os posts não são moderados
- o blog disponibiliza email e telefone a quem quiser um atendimento mais pessoal
- o grupo Matrice promove reuniões semanais e mensais, abertas a quem quiser aparecer, sem prévia inscrição, nem custo nenhum
- o grande, maior objetivo da Matrice é promover um espaço onde as mães (e quem mais quiser) possam trocar experiências e fortalecer suas convicções acerca da amamentação. Nosso "trabalho" é totalmente voluntário, e nossa expectativa é ajudar quem nos procura; nós não corremos atrás de ninguém, pois acreditamos q pede ajuda quem quer ser ajudado.
Por fim, eu acredito, Tatiana, que todo relacionamento (virtual ou real) pressupõe uma disposição em compreender o outro, e se eu devo domar minhas palavras, acredito que aquelas que nos acusam de xiitas da amamentação devem fazê-lo também: se estamos dispostas a darmos horas de trabalho voluntário para apoiar mulheres com dificuldades na amamentação, não é para "obrigar o mundo a gostar do que gostamos...", mas simplesmente para ajudar mulheres com dificuldades de amamentação.
Pessoalmente, vou já deslinkar o “casa da sogra” do meu blog (eu te pedi/avisei do link, lembra?), pois a relação superficial nos termos propostos por vc não me interessa...
Abs a todas,
Ana Basaglia

* * * * * * * * *
Esse assunto ainda vai render... não discussão, q isso não me interessa meeesmo (eu não tenho mais idade pra isso!! rs), mas é q eu percebi uma lacuna na minha/nossa comunicação: muita gente ainda pensa q amamentar prolongadamente é principalmente uma questão de vínculo afetivo, e, nesse sentido, a mensagem nas entrelinhas acabaria sendo q quem não amamenta por muito tempo não mantém o vínculo adequado com seu filho.
E não é absolutamente isso!!!!
Vou ali pegar uns estudos, organizar melhor a informação, e depois eu volto!!
* * * * * * * * *
Nasceu meu sobrinho ontem!
Cesárea por suspeita de "sofrimento fetal", os pais não quiseram "arriscar"... A mãe fez um exame em um hospital da cidade à tarde, resolveram optar pela cirurgia, deu tempo de se locomover para o outro hospital, fazer a internação, a médica deu conta de suas consultas do dia, a cesárea foi feita às 19h. Precisa dizer mais?...
Ah, não mamou na primeira hora...
Ai.
* * * * * * * * *
O divertido da coisa (nesse mar de maluquice) é q agora toda minha família tem duas pessoas fazendo aniversário no mesmo dia: marido, filhas e filho (ontem foi aniversário do R.).
MENOS EU, q tenho um dia só pra mim!!!! rarara!!!

7 de ago de 2007

amamentação prolongada

Meu primeiro filho (q amanhã completa 19 anos!) mamou até 8 meses (os 6 meses iniciais só no peito). Contra tudo e contra todos. Mãe, sogra, pediatra... “dá um chazinho”... “dá um suquinho”... “segue aqui a lista de introdução de alimentos (para crianças de 4 meses)”... Aos 8 meses, cansada de tanta pressão, e já retomando minha “vida social”, desmamei o menino, afinal, “ele já havia mamado tanto” (palavras de todo mundo).
Minha filha do meio mamou apenas até 5 meses. Retornando ao trabalho em tempo integral, foi a coisa mais fácil desmamar uma criança com 5 meses... Mas o pediatra me garantiu que já era tempo mesmo... Ledo engano!
Minha filha caçula mama até hoje, passados 3 anos e 8 meses de seu nascimento. Ela veio na época mais atribulada da minha vida, estou cheia de compromissos, agora tenho um estúdio e dou aulas à noite. Mesmo assim, a amamentação não foi um problema, a gente conseguiu driblar os horários, a introdução dos alimentos foi feita bem mais tarde, no ritmo dela (por volta de 9 meses), e ela é uma menina equilibrada, carinhosa, saudável.
Amamentação prolongada é fundamental na vida de qualquer criança, pois é de sua natureza mamar por bem mais que uns poucos meses! Eu percebo isso comparando minha experiência com meus filhos mais velhos e com minha caçula!
Hoje eu entendo que eu deveria ter ouvido mais minha intuição, e que amamentação é muito mais que alimentar com leite, amamentação é dar amor, é se relacionar, é estar presente, é olhar nos olhos, é dar conforto, é estar sempre ao alcance de um colo!
* * * * * * * * * * * * * *
desde ontem, está acontecendo um rebuliço lá no blog da Matrice...
resumidamente (vou tentar, pq quem me conhece sabe q eu não sei sucinta!), no início do blog eu criei uma página onde eu pretendia publicar posts sobre os equívocos da amamentação, garimpados na net (e portanto, públicos, no meu entender). no final, por inércia, por não ser exatamente importante, essa página acabou ficando com um post só (apesar de eu ter mais alguns outros textos colecionados), meio esquecida.
uma amiga da dona do post publicado finalmente achou o texto, e se sentiu ofendida (essa pessoa tb está passando por um momento de dificuldade na amamentação do filho, está complementando sob a orientação do pediatra); avisou a dona do texto, fez um auê! várias mulheres se manifestaram, chamaram a gente de irresponsável, de xiitas, afirmaram q a gente prefere um filho passando fome só pra não dar o braço a torcer e manter a amamentação exclusiva!!!
gente, q viagem!!!
o problema é q compromete todo um trabalho bacana, de formiguinha!
todo um blog, repleto de posts legais, de depoimentos lindos, de textos q remetem à uma reflexão, e a única coisa q aquelas malucas conseguem reclamar é q eu tentei piratear o texto alheio (??), q o grupo não respeita mães q não amamentam (aonde isso???), pior, q o grupo faz distinção entre mães q amamentam - q seriam a nosso ver mães mais amorosas - e mães q não amamentam - mães menos valorosas...
alguém toca a campainha, q eu quero descer!!!!!
o post foi apagado do blog, mas estou pensando seriamente em publicá-lo aqui, logo mais...

2 de ago de 2007

amamentação na primeira hora

meu primeiro filho nasceu apenas uma hora após eu ter chegado na maternidade. infelizmente, por falta de conhecimento (meu, mas principalmente da equipe q me acompanhou no parto), ele foi levado e só pude realmente pegá-lo após as maledetas 3 horas "para observação".
minha segunda filha nasceu 54 minutos depois de eu ter chegado na maternidade (eu acordei às 6h com uma contração, cheguei na maternidade às 7h30, ela nasceu às 8h24!). mesmo com essa história de parto rápido, vitorioso, sem intercorrências, sem motivo nenhum ela foi afastada do meu convívio por cerca de 3 horas "para observação" no berçário.
qdo eu engravidei pela terceira vez, quis fazer diferente.
no início, eu não sabia exatamente o q me incomodava, mas alguma coisa não batia, algo não me satisfazia nessa história toda!
meus partos foram normais, rápidos, o q estava faltando?
faltava protagonismo, faltava respeito, faltava proximidade...



minha caçula nasceu com o acompanhamento de uma parteira-obstetra, sem absolutamente nenhuma intervenção, e veio imediatamente pro meu colo assim q nasceu.
ficamos nos conhecendo, nos namorando, e ela, instintivamente, abriu a boquinha e começou a mamar. tão simples, tão fácil, tão descomplicado...
apenas porque estava disponível. apenas pq eu estava desperta, sem nenhum fármaco na minha corrente sangüínea me impedindo de interagir com ela (nem na corrente sangüínea da minha bebê!!), apenas pq minha filha estava no meu colo, muito próxima de mim.
e foi um namoro q dura até hoje!
de verdade... quem não passou por isso, não sabe o q está perdendo.
e quem não luta por restabelecer esse contato mágico nesse momento tão especial do início de uma nova família é maluco ou doente do pé...
é isso!

31 de jul de 2007

rapidinha

qdo eu era pequena, morava na minha casa a ex-babá da minha mãe, velhinha q durou mais q minhas avós. ela sempre tomava banho por volta do meio-dia, o q irritava meu pai, pq ele dizia q não era hora de banho, e sim de almoço!
já mocinha, eu olhava com desdém minha sogra dizendo q só lava a cabeça ao meio-dia, pq o cabelo molhado deixa ela resfriada.
hoje...
EU adoro tomar banho no final da manhã! qdo o dia já esquentou um pouco, e vai esquentar ainda mais!!
RARARARA!!!
hoje tomei banho às 11 horas, lavei minha cabeça tranquilamente, me enchi de agasalhos, e saí no sol!
ô, delícia!!
as velhinhas é q tinham razão, afinal!!!

26 de jul de 2007

news

bloguinho abandonado, né?...
é da vida...
muuuuitas novidades!
estamos aprontando uma ação no vão-livre do masp, chamada "amamentação no masp", no próximo dia 4 de agosto, celebrando a semana mundial de amamentação. estamos enlouquecidas, correndo atrás de patrocínio, apoio, divulgação etc e tal.
quem quiser ajudar, será muitíssimo bem-vindo! deixem seus comentários ou entrem no blog da matrice e nos avise por lá!
preciso tb de um help com meu selinho de divulgação, quem me ajuda???
ai, como eu sou anarfabeta digital...
e as fotenhas do celular? uma delícia, pena q acaba com a bateria...
olha só:



tá, a foto não está ótema, mas eu quis mostrar a gato-de-botas de casa... rs
vamos tentar outras fotenhas:



a menina tem MANIA de chapéu... não pode ver um, q já põe na cabeça!
eu quero morrer... com esse frio, ela sai com essas "coisas" q a sem-noção-da-minha-mãe dá...



fotenha tirada pela filha nº2, com o pp celula, pra mostrar a potência do bichinho (obs:todas as fotos desse post foram tiradas com o celular).
e a porcaria do blogspot, q manteve meu blog inativo para postagem, sob suspeita de ser spam???
q coisa imbecil...
q vontade de migrar pro wordpress... mas ando tãooo sem tempo de me aventurar nisso...
vcs viram o filminho da nestlé abaixo? poca-vergonha.
na corrida por patrocínio pro nosso evento, conseguimos uma baita ajuda$$, mas tivemos q declinar... motivo: a empresa fabrica fórmula (como lá fora se chamam os leites infantis). ai, ai...
acho q é isso! aguardo comentários... rs

24 de jul de 2007

Nesquik/Nestlé - Dá pra acreditar nessa empresa????



Além de tudo, o blogger lançou um "comunicado", avisando q meu blog está bloqueado, pq é um spam...
Heloooooo...
O Lambisgóia, spam???
Aposto q é por causa do filminho da Nestlé...
nem dá vontade de comentar...

20 de jul de 2007

cansada...

tiritando de frio nesse estúdio, quase 11 h da noite dessa sexta-feira gelada...
nenhuma vontade de blogar.
uma certa insatisfação, vinda não sei bem de onde, tanta coisa dando certo!
acho q eu queria dar uma saída nas férias, mas não vai dar. tô atoladinha de trabalho, e a gente andou ga$tando mais do q devia. gastar é bom, mas ficar sem reserva es fueda!
crianças ficaram doentes, EU fiquei doente, gripezinha besta! fiquei completamente sem voz na semana passada, e até hoje uma tosse canalha me acompanha!
é isso, qdo eu melhorar meu humor, eu volto.
vou ali repensar as [muitas] novidades [boas].

ps: morgan, obrigada pelo elogio, apareça mais vezes!

11 de jul de 2007

amor, demonstrações, filhos...

li há uns dias atrás o blog da renata, e ela escrevia sobre as "manifestações" de amor dos pais dela. aliás, sobre a ausência dessas manifestações!
meus pais são idênticos. nunca foram de abraçar, beijar, manifestar... diz meu QM q o importante é a intenção, mais do q "palavras", ou atos, q podem ser muitas vezes "superficiais"...
concordo em parte.
o contínuo treinamento de uma ação, muitas vezes, leva à ação propriamente dita!*
assim, de tanto ver "manifestado" o amor (principalmente vindo dos pais), as crianças acabam por se sentir seguras o suficiente para seguir em frente.
não é tão simples assim, claro, mas o pt q eu queria abordar é q meus pais nunca foram de se "manifestar" e hoje temos muitos problemas de relacionamento, a pt de mal nos falarmos. eu me sinto "insegura" com eles... eu acho q eles não me querem bem o suficiente... eu acho q eles gostam mais dos meus irmãos (q são mais bem sucedidos financeiramente do q eu), q eles respeitam mais as escolhas deles do q as minhas...
de maneira geral, eu consigo deixar esse assunto guardado bem debaixo do tapete, pq é doloroso, claro.
mas hoje de manhã, minha caçula apareceu cedinho no quarto, querendo atenção. e ela é uma fofa!!
ela me abraçou bem gostoso e disse, olho-no-olho: "mamãe, eu amo você".
eu tenho uma boa relação com meus filhos mais velhos. boa, mesmo. no geral, eles são equilibrados, bem-sucedidos, respeitosos, amorosos. mas conforme vão crescendo, a distância "física" surge, os abraços ficam escassos, os apertos, os chamegos... é meio natural q isso aconteça, eu acho.
mas a g. é pura transparência! e amor!
ninguém ensinou essa declaração pra ela (q deve ter aprendido na tv, no mínimo!).
a gente em casa é amoroso, mas não tão meloso (rs). é dela esse tom.
e é tão bom!!!
e acaba (re)ensinando a todos nós o q realmente é importante!
dizer "eu te amo" é sempre importante, por mais q vc saiba q o outro sabe!
DIZER É IMPORTANTE!


* a esse respeito, tem um livro muito bom, de um filósofo (André Comte-Sponville), chamado "Pequeno Tratado das Grandes Virtudes", editora Martins Fontes. Tem na livraria Cultura (eu não ganho nada com a indicação, claro, mas vale dar uma passeada pelo autor...)

4 de jul de 2007

roberto aos 10 anos de idade



olha q menininho lindo!
[do lado, o colega de toda a infância, dudu]

1 de jul de 2007

roberto

Os filhos
Vossos filhos não são vossos filhos
São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma.
Vêm através de vós, mas não de vós.
E embora vivam convosco, não vos pertencem.
Podeis outorgar-lhes vosso amor, mas não vossos pensamentos.
Porque eles têm seus próprios pensamentos.
Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas;
Pois suas almas moram na mansão do amanhã, que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho
Podeis esforçar-vos por ser como eles, mas não podem fazê-los como vós,
Porque a vida não anda para trás e não se demora com os dias passados.
Vós sois os arcos dos quais vossos filhos são arremessados como flechas vivas.
O Arqueiro mira o alvo na senda do infinito e vos estica com toda a sua força
Para que suas flechas se projetem rápido e para longe
Que vosso encurvamento na mão do Arqueiro seja vossa alegria;
Pois assim como Ele ama a flecha que voa, ama também o arco que permanece estável.


Gibran Khalil, do livro O Profeta

às vezes, dá vontade de se divorciar de filho... pq rebelde sem causa não dá pra agüentar...
entristece a gente. q não merece (ou merece e a gente não enxerga, é uma possibilidade).

28 de jun de 2007

só o pó...

semaninha brava!
tinha q entregar TODAS as notas até sábado, claro q eu não consegui... entreguei (aliás, o QM) entregou a nota de uma turma no sábado de manhã (essa já estava pronto há um tempinho), eu terminei e entreguei a nota de outra turma na 2ª feira de manhã, mas ficou faltando uma turma enooorme, q eu só consegui finalizar na 3ª feira à tarde... essa turma é lá da unidade bacelar, "introdução à produção de texto", então eu, a bocó, a caxias, a imbecil, montei um sistema de notas complexo, com uma prova toda de interpretação de texto, complexa, mais avaliação de todos os trabalhos elaborados em sala de aula no bimestre, e ainda por cima tendo q somar a nota de um trabalho final feito por eles em várias outras matérias.
todo final de semestre eu fico me achando a "infeliz", pq meus colegas professores fazem uma prova-teste e só, acertou no gabarito, é a nota do aluno, E PRONTO. e eu fico inventando moda... ai, ai.
bom, mas passou! ufa!!!!
quero dizer, ainda tem a merda do exame dessa turma de IPT... q eu estou imaginando como fazer... mais texto por aí! eu não me emendo, mesmo!!!
de resto, meio de bode com uns probleminhas amigatícios, q não vou entrar em detalhes. isso me tirou o fôlego.
e ontem fiquei p*&^ com QM. não está dando... ô ciúme infeliz. sufoca.
só o pó...

ah!
fotenha do celular novo, 2 megapixels!!! uau!!!

22 de jun de 2007

mensagens subliminares q nos circundam...

tava lendo na FSP hoje pesquisa q afirma q filhos primogênitos são mais inteligentes q os demais irmãos... bom, a gente escuta/lê pesquisa para todos os gostos, né? se procurar bem, acha de tudo qto é direção/teoria, né?!
mas o q me deixou maluca foi a afirmação lá no meio:
"Tipicamente, os mais novos estão em desvantagem na obtenção de recursos importantes: tendem a ser menos vacinados, são mais baixos e pesam menos."

Garai!!! Desde qdo ser menos vacinado é uma desvantagem??? Vacina "ataca" o sistema imulonógico da criança, e muitas vezes a reação é avassaladora... Deixar no meio do texto essa idéia é uma tremenda propaganda subliminar do stablishment das grandes indústrias farmacêuticas! As pessoas pensam q a vacina fortalece, mas muitas pessoas pensam q a vacina ENFRAQUECE um indivíduo, justamente por interferir no sistema imunológico natural da pessoa... EU penso q a vacina enfraquece, por isso não vacino meus filhos! E detesto enxergar essas afirmaçõezinhas falsas no meio de um txt dito jornalístico...
Quer outro exemplo?
Estava assistindo ZooBoo-MaFoo, no Discovery Kids com minha caçula. Tinha um canguru lambendo umas pedras. Na seqüência, apareceu a "explicação": o animal estava ingerindo vitaminas e sais minerais, assim como as crianças recebiam pílulas de seus pais para o mm fim...
Garai 2!!!!! O jeito "normal" agora é a criança ingerir pílulas de vitaminas!!!! Mostrado num canal infantil, dito de qualidade!!! Q HORROR!!!!!!!!

19 de jun de 2007

ahh...

q legal!!!
saiu a lista de finalistas para o prêmio jabuti, da câmera brasileira do livro.
tenho 2 trabalhos entre os 10 finalistas, em 2 categorias distintas!!!
um é o livro da lina bardi, na categoria "livros de arquitetura e afins", q eu fiz a produção gráfica. um livro lindo, lindo, delicado...
o outro é na categoria "projeto gráfico", o livro mam na oca, q deu um trabalho danado, mas está lindo e maravilhoso tb, tem um recorte na lateral para o leitor localizar os capítulos dos andares, impressão 5 cores, muitas fotografias, concorre a melhor projeto gráfico (e eu tb fiz a produção gráfica).
claro, o trabalho não é só meu... mas não é um ORGULHO danado estar entre os principais finalistas no prêmio mais importante da categoria?
ah, se é...

EXTRA! acabei de achar mais 2 livros "meus"! na categoria "tradução", eu não estou concorrendo diretamente, mas a capa do livro Estico de Plauto é minha!!! tb o livro Xenofanias... tem um logotipo da coleção q fui eu quem fiz!!! uau!!!

fotenhas...



sabem as cadeiras q compramos? vieram numas caixas de papelão enormes, e uma dessas caixas virou "casinha de bonecas" da g. ...!!! na foto, a casinha ainda está "limpinha", mas hoje já está toda pintada de lápis de cor, giz, canetinha... e pra jogar fora essa geringonça??


com um filho boa-pinta desses, humm...


aqui, pq minha filha do meio anda mal na escola, olhem o q ela fica fazendo em casa, ao invés de estudar!!!!


e, pra finalizar, uma das novas camisetinhas da matrice! laranja com roxo, um luxo!! nos pés, sapatinho crocs novo! e g. está sentada em uma das minhas novas cadeiras! eu já avisei QM: se um dia der divórcio, as cadeiras são MINHAS!!!!

15 de jun de 2007

sobre vacinação...

meia-noite e tra-lá-lá, depois de um dia cheio, estou dando minha "passeada" pelos blogs, pela net...
nesse fim de semana agora é dia de vacinação, e eu ando visitando muito blog de mãe ultimamente...
e tenho ficado indignada pela quantidade de aviso "inocente" pra mulherada levar os filhos pra tomarem suas gotinhas...
CRUZES!
No Brasil, o último caso de poliomielite causado pelo vírus selvagem foi em 1989 na Paraíba. De lá para cá todos os casos de poliomielite foram provocados pelo vírus vivo atenuado presente na vacina oral (vacina Sabin tradicional).
[tirado do site da GlaxonSmithKline, q fabrica esse veneno]
eu fico cansada de tanto tentar fazer com q as pessoas, pelo menos, PENSEM a respeito desse assunto, ao invés de irem atrás q nem cordeirinhos, envenenando seus filhos com drogas, achando q estão fazendo o melhor possível e na verdade estão sendo apenas joguetes nas mãos de inescrupulosos grupos multinacionais q só engordam o próprio bolso.
eu já li tanto absurdo a esse respeito...
não quero convencer ninguém, q cada um pense por si, mas pelo menos isso, né?... q cada um PENSE pelo menos...
vacina não é a sétima maravilha do mundo.
vacina tem contra-indicação sim.
e cada pessoa deveria saber muito mais a esse respeito, antes de decidir se vai vacinar seu filho ou não.

As vacinas estimulam o organismo para a produção de anticorpos. Em caso algum a ciência médica pode garantir que a vacina não prejudicará a criança, o adolescente, o adulto ou o idoso.
Fica claro, portanto, que a decisão de vacinar depende de mais informações sobre as reações indesejáveis imediatas e as conseqüências tardias.
Vale lembrar que um organismo saudável tem um sistema imunológico capaz de controlar as doenças nas diferentes fases da vida. A pessoa fica mais susceptível, em contato com qualquer germe, se seu organismo estiver exposto a:
• alimentação inadequada;
• hábitos agressivos à saúde (álcool, fumo, drogas);
• poluição ambiental;
• stress e problemas emocionais.
É importante que o médico esteja informado e atualizado a respeito das vacinas e seus efeitos colaterais, para poder orientar os pais e os interessados. É importante lembrar, também, que as doenças infantis desempenham um papel no desenvolvimento da criança. Dependendo da enfermidade, os riscos da vacina são maiores do que a evolução natural da doença.

tirado daqui, de onde tem muito mais...

palpitem!

pipol, quero uma opinião de vcs!
em primeira mão, o novo endereço do blog/site do nosso grupo matrice, cliquem aqui!
gostaria q vcs fizessem um passeio por lá e depois me dissessem o q acharam , o q está funcionando e o q não está...
não precisam falar do layout em si, q eu sei q ainda está meio cru, faltando cor e mais alegria, mas quero saber a respeito da funcionalidade de tudo, ok?
gentem, esse wordpress é uóó messsm!!! quem sabe mudar temas, acrescentar funcionalidades, e estiver a fim de ajudar, eu agradeço!

********************

hoje de manhã, eu saindo de casa e a g. falava "mamãe, fica aqui comigo, fica aqui em casa...". expliquei algumas vezes q ia trabalhar e depois voltava, mas como ela continuou chorando, saí assim mesmo.
portas fechadas, e eu ainda ouvia "eu quero minha mamãe... eu quero minha mamãe..." de longe...
mimada? sei.

14 de jun de 2007

acabei de achar...

...na net!
HOJE é o dia q inaugura a Quadrienal de Praga, para a qual eu fiz o meu tão trabalhoso catálogo, folder, cartão de visita, embalagem de DVD, comunicação visual do estande do módulo de cenografia (Nacional) e do de arquitetura cênica...
procurei alguma nota na Folha, mas não achei nada, vou ver se sai amanhã.
mas achei no Estado!
não fala nada de mim, mas está escrito lá "no caprichado catálogo desta edição."
u-hu!!!

mundo agressivo...

...esse em q vivemos, não?
ontem, aplicando prova em uma turma enooorme (quase 100 alunos na classe!), entra a coordenadora do curso, mulher-macho-sim-senhor, pra "acompanhar" o processo.
na sala, eu e o outro professor titular.
a coordenadora começa a implicar com fulano, com siclano, menino-olha-pra-frente e tals. eis q ela TIRA a prova de uma menina, alegando q ela estava colando. tira, assim, do nada, sem a menina nem poder protestar, sem ela estar efetivamente colando, só pelo "prazer" de q todos saibam: aqui quem manda é ela. nem nós, professores, pudemos falar alguma coisa...
depois, no saguão, encontro outra aluna, q estava quase sem voz e uma expressão aflita. o q aconteceu, menina? ai, professora, meu chefe RASGOU meu trabalho aqui da faculdade 5 minutos antes de eu vir pra cá...
cara, o homem pegou o trabalho da moça e o rasgou na frente dela??? por mais q ela possa ter feito, q direito ele tinha? eu não faria isso nem com a página de um caderno de uma criança!!! [já fiz, uma vez, qdo o r. era bem pequeno, e eu estava irritada com a lição de casa mal-feita dele, rasguei e joguei fora uma folha de caderno. ele ficou arrasado, e eu tb fiquei, envergonhada por ter feito tamanha agressão. nunca mais.]
************
ai, tha, vc achou q eu fui arrogante? eu não gosto de arrogância... mas, depois de uma "certa idade", a gente começa a ter mais certezas na vida (ou menos incertezas, como quiser!!).
a bem da verdade, acho q ser mãe, em qq idade, tem suas belezas, e eu tive o privilégio de passar pela maternidade em várias etapas da minha vida, o q me dá uma visão diversificada! qdo eu fui mãe do r., com 21 anos, eu deitava e rolava com ele, era moleca mesmo! com a b., um pouco mais velha, 26 anos, fui menos insegura, mas mm assim, tudo foi uma grande "farra"! e com a g., com 36 anos, eu tive a oportunidade de ser mãe "velha", já não rolo no chão com ela (não mesmo!), mas eu curto sua infância com a certeza de q essa fase é uma delícia e passa muito rápido!

12 de jun de 2007

rararara...


nossa, internet é uma coisa, não?...
do outro lado da telinha, a pessoa enxerga o q quer ver, ou o q tem condição de ver...
e blog é isso mesmo, é exposição e priu...
por outro lado, quem não gosta do q vê, faz favor, aperte o xis lá em cima (né, bia?!).
tenho acompanhado o blog de uma menina q teve uma mensagem totalmente equivocada postada por uma maluca. resumidamente, a dona do blog está passando por um momento na vida dela muiiito difícil, tem usado o blog pra buscar apoio, e a maluca escreveu umas maldadezinhas-travestidas-de-"toque" sem nem conhecê-la direito, e magoando muito a menina. isso provocou uma avalanche de protestos, dos mais radicais até!
eu tenho acompanhado essa história, e tenho ficado realmente sentida pelo viés maluco q algumas pessoas dão pra tudo, qdo hoje me deparo com um comentário tb maluco no MEU blog!!!
rarara!!!!

1) não, eu não tenho medo de envelhecer, não... aliás, eu já estou velha!! tenho 40 anos!!!
e essa "velhice" me faz perceber quais são as coisas realmente importantes na vida... trabalhar, juntar dinheiro, ter coisas, são objetivos importantes. mas ter família é mais importante ainda, ter harmonia, ter equilíbrio, ter felicidade... filho, pra mim, é isso!
eu adoraria ter um 4º filho... não por medo de envelhecer, mas pq gerar uma criança é maravilhoso, em qq idade! criança, pra mim, é sinônimo de esperança, de amor, de união, é alegria, é saúde, é tanta coisa boa... e isso não tem a ver com idade!!!!
além disso, EU SEI como fazer isso muito bem! ah, eu sei!!! sei e faço: vcs nunca me viram aqui reclamar de problemas na minha família, de dúvidas com relação à educação das crianças, à sua saúde, nunca me viram reclamar de falta de equilíbrio. eles estão/são saudáveis, equilibrados, de bem com a vida... os três!

2) super-proteção da g.???
eu dou aulas 2ª, 3ª, 4ª e 6ª à noite. nesses dias, eu saio por volta de 10h da manhã e volto depois das 23h... nos últimos tempos, com aquele meu trabalho enorme, inúmeras vezes voltei pra casa de madrugada. QUANDO é q eu superprotejo a menina??? egoísmo súbito passional meu e do meu marido??? egoísmo com o quê? o q será q eu não permito q ela faça/seja, por egoísmo meu? e coitado do maridex, analisado assim por tabela...

ai, soraia...
não é q eu fique "brava" com vc...
mas sua análise está tão longe da realidade q eu vejo... mas tão longe...
desculpe, mesmo, mas minha vida tá muito BOA do jeito q tá... vc errou feio na sua leitura, viu?

7 de jun de 2007

passional eu sou

tava voltando pra casa ontem, madrugada já (isso está virando um hábito), e pensava... como eu ando passional!
qto mais velha eu fico, mais passional!
eu amo de paixão meus filhos, mas ando por demais apaixonada pela caçula... não sei se é pq a maturidade me faz perceber quão efêmera é a vida, e o q vale são os pequenos momentos de felicidade, e uma criança de 3,5 anos é apenas e tão-somente amor, pureza, inocência... além disso, ela é extremamente carinhosa e a todo momento ela me abraça e diz "eu amo vc, mamãe", quem resiste a isso??
meu trabalho tb anda me deixando maluca, vcs sabem disso! no entanto, como me deixa satisfeita!!! ontem eu recebi da gráfica a capinha do dvd, trabalhinho feito a toque de caixa (orcei na 6a feira, aprovei na 2a feira, enviei no mm dia, a gráfica imprimiu na 3a, entregou na 4a!), do mm cliente do catálogo. ficou tãoooo legalllll!! aliás, tudo ficou tão bacana, harmonioso, bonito, elegante, correto, bem-feito. não é falta de modéstia, não, o trabalho ficou muito bom!! logo mais, vou colocar umas fotenhas aqui! e eu estou tãoooo conteeeente!!!
conversando com uma amiga querida dia desses. [eu ando uma lástima com meus amigos, ainda bem q eles não desistem tão fácil de mim!] mas, enfim, conversando com ela, ela me contou dos malabarismos q andou fazendo pra pagar o apê, venda do carro, compra de outro financiado, suas pequenas grandes conquistas... fiquei tãããoo contente por ela! acho q ela tem uma enorme batalha pela frente, mas acho q ela tem toda a condição do mundo de se dar muito bem! né, pri?!
compramos umas cadeiras aqui pra casa... oito no total, de couro. pagamos uma pequena fortuna, mas quem se importa?... ficou tãoooo legaaallllll!!! minha casa é uma enorme bagunça, mas agora uma enorme bagunça com cadeira legal! kkkkkk
agora preciso sair, almoço na casa da sogra. nem tudo são flores...

4 de jun de 2007

experiência...

o texto a seguir deve ser um hoax, mas quem se importa?... é tão bacana...

Num processo de seleção da Volkswagen, os candidatos deveriam responder a seguinte pergunta: "Você tem experiência?". A redação abaixo foi desenvolvida por um dos candidatos. Ele foi aprovado e seu texto está fazendo sucesso, e ele, com certeza, será sempre lembrado por sua criatividade, sua poesia, e acima de tudo, por sua alma.

Já fiz cosquinha na minha irmã só pra ela parar de chorar, já me queimei brincando com vela.
Eu já fiz bola de chiclete e melequei todo o rosto, já conversei com o espelho e até já brinquei de ser bruxo.
Já quis ser astronauta, violonista, mágico, caçador e trapezista.
Já me escondi atrás da cortina e esqueci os pés pra fora.
Já passei trote por telefone.
Já tomei banho de chuva e acabei me viciando.
Já roubei beijo.Já confundi sentimentos.
Peguei atalho errado e continuei andando pelo desconhecido.
Já raspei o fundo da panela de arroz carreteiro, já me cortei fazendo a barba apressado, já chorei ouvindo música no ônibus.
Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que essas são as mais difíceis de se esquecer.
Já subi escondido no telhado pra tentar pegar estrelas, já subi em árvore pra roubar fruta, já caí da escada de bunda.
Já fiz juras eternas, já escrevi no muro da escola, já chorei sentado no chão do banheiro, já fugi de casa pra sempre, e voltei no outro instante.
Já corri pra não deixar alguém chorando, já fiquei sozinho no meio de mil pessoas sentindo falta de uma só.
Já vi pôr-do-sol cor-de-rosa e alaranjado, já me joguei na piscina sem vontade de voltar, já bebi uísque até sentir dormentes os meus lábios, já olhei a cidade de cima e mesmo assim não encontrei meu lugar.
Já senti medo do escuro, já tremi de nervoso, já quase morri de amor, mas renasci novamente pra ver o sorriso de alguém especial.
Já acordei no meio da noite e fiquei com medo de levantar.
Já apostei em correr descalço na rua, já gritei de felicidade, já roubei rosas num enorme jardim.
Já me apaixonei e achei que era para sempre, mas sempre era um "para sempre" pela metade.
Já deitei na grama de madrugada e vi a Lua virar Sol, já chorei por ver amigos partindo, mas descobri que logo chegam novos, e a vida é mesmo um ir e vir sem razão.
Foram tantas coisas feitas, momentos fotografados pelas lentes da emoção, guardados num baú, chamado coração.
E, agora um formulário me interroga, me encosta na parede e grita:
"Qual sua experiência?"
Essa pergunta ecoa no meu cérebro: experiência, experiência...
Será que ser "plantador de sorrisos" é uma boa experiência?
Não!!! Talvez eles não saibam ainda colher sonhos!
Agora, gostaria de indagar uma pequena coisa para quem formulou esta pergunta:
"Experiência? Quem a tem, se a todo o momento tudo se renova?"


segunda-feira... espero q essa semana seja menos intensa q a semana anterior...
meu trabalho, afinal, foi enviado para o RJ dentro do [segundo] prazo acordado. ainda corremos um [pequeno] risco q as coisas dêem errado, afinal, o lote tem q ser enviado a Praga, na Tchecoslováquia, e deve ser entregue ANTES da abertura da exposição no dia 14, semana q vem.
o trabalho em questão é um catálogo e um folder, e fazem parte da participação do brasil na quadrienal de praga. as pessoas q já viram o catálogo têm elogiado... humm, ainda bem!!!
qdo eu tiver fotenhas, eu venho mostrar aqui! obrigada pela torcida!!!!

31 de mai de 2007

enquanto a gente aguarda...


eu e minha filha do meio, mês passado. ela não está uma moça? linda...


e o sapatinho da g., então, o q é isso??? dá vontade de comprar todos, amelo, laranja, azul, banco...

qto ao trabalho, ele está viajando, e deve chegar amanhã no RJ. se chegar tudo em ordem, a pressão diminui consideravelmente. qdo eu tiver certeza q está tudo ok, eu conto aqui o q ouve.
obrigada pela torcida!!!

29 de mai de 2007

ai...

o trabalho LIN-DO q eu tô me matando de fazer periga de ser recusado, pq a p%*#@ da gráfica não entregou no prazo certo (hoje)...
gente... re-cu-sa-do, pura e simples.
e com razão, pq o catálogo deve ir para praga, na tchecoslováquia, deve ter data certa pra chegar lá!
agradeço todas as manifestações do post anterior (mesmo, muito!) e vamos rezar* pra q dê tudo certo...
eu tô o pó da rabiola...


*e eu nem acredito em rezar... e deus é lá gráfica??? transportadora??? alfândega??? galpão???

28 de mai de 2007

pra dar risadinha

eu não tenho problema com dieta, nem sei o q é isso, mas q o povo precisa relaxar com essas histórias, precisa!

A gordinha estava em um banheiro de uma danceteria, pintando-se no espelho, quando de repente chega uma linda ruiva de olhos azuis. Ela tinha uma delicada cintura e usava uma calça justíssima de couro.
Enquanto a gorda observava essa escultural criação divina, a ruiva se olha no espelho e diz:
- Obrigada Herbalife.
A gordinha ficou paralisada com o lápis labial na boca, enquanto vê sair a ruiva. Continuou o que fazia, quando de repente entra uma maravilhosa loira, duas vezes mais bonita que a ruiva, corpo escultural, se olha no espelho e diz :
- Obrigada Coscarque.
[e eu nem imagino o q seja isso... rs]
A gordinha virou estátua com o tubo de rímel na mão e olha sair a tremenda loira. Continua sua maquiagem, quando entra uma linda morena, três vezes mais bonita que a loira, corpo modelado, pele suave, cintura ultra fina, lindas pernas, uma deusa! A morena se olha no espelho, observa cada um dos seus detalhes e diz:
- Obrigada Diet Shake.
A gordinha termina de se pintar, se prepara para sair, se olha no espelho e diz:
- VAI SE FODER, Mc Donald's!

postinho requentado, pq a chapa aqui continua fervendo...

saldo pra segunda-feira

trabalhei o fim-de-semana inteiro, indo na gráfica acompanhar meus trabalhos.

no sábado, comprei uma bolsa no bazar da denize, mas esqueci lá.

no domingo, perdi o show da palavra cantada q eu tinha ganhado ingresso (minhas amigas foram, mas eu e a g. não...), fui pra gráfica.

briguei com maridex. tô de saco muito cheio das neuras dele. muito, muito. de ter q tomar uma atitude.

discuti com filho mais velho à noite. o impertinente disse q achava q a gente era muito "acomodado". pirralho.

o trabalho em questão está atrasado. está ficando LINDO, mas está atrasado.

g. mijou na minha cama 2 vezes nesse findi... saco!!! (e q palavra horrível "mijar")

o cliente daqui a pouco chega no estúdio, vindo do rj, querendo ver o trabalho pronto... e eu nem consigo falar com o bestinha do vendedor...

à noite, tenho q dar aula... nem de longe preparei alguma coisa...

já entrou uns 3 emails da coordenação solicitando q eu reveja o material das aulas de DP q eu sou responsável... nem em sonho eu consigo fazer isso agora.

ai, ai... mais do mesmo. tá ficando chato, isso...

26 de mai de 2007

ainda na sexta-feira...

... não bastasse a "surdez", no final do dia eu esqueci meu laptop na sala de aula, embaixo da mesa, e fui embora pra casa!!
só fui lembrar qdo estava saindo do carro, já na garage, e falei pro maridex "pega pra mim o mac, q eu tenho q finalizar um trabalho ainda hoje" e ele "mas cadê sua bolsa???"
CARACAAA!!!!!
larguei meu mac lá na unip!!!!!!!
toca entrar no carro, ligar desesperada pra sala dos professores, pra ouvir, aliviada, q ele já tinha sido devolvido e estava são e salvo lá com a secretária...
ufa!
meu semestre precisa acabar logo!!!!!!!

25 de mai de 2007

e pra coroar a semana...

... hoje amanheci SURDA!
completamente do ouvido esquerdo e um pouquinho do ouvido direito...
é mole?
e agora, o q eu faço?????

23 de mai de 2007

pq a amamentação ainda é um problema...

entrei em contato com uma pessoa, pedindo q refizesse/melhorasse nosso blog da matrice. mulher, mãe, blogueira.
trocamos alguns emails, mas eu não sei bem pq, a coisa desandou, achei q eu passei uma impressão equivocada, fiquei meio chateada, me sentindo meio culpada, amaldiçoando alguma palavra digitada minha mal colocada... por fim, essa pessoa declinou, disse q não era por causa de dinheiro, mas escreveu com todas as letras q não tinha interesse em conversar a respeito do trabalho. ok, fazer o quê, né?...
mas como eu continuava chateada, me sentindo culpada (sem saber exatamente onde errei), andei fuçando o blog dela.
e achei esse depoimento:

Amamentação
Resolvi aderir à postagem coletiva que dá largada à Semana Internacional da Amamentação. E por um motivo muito forte: tenho sérias restrições à forma como o assunto é tratado. Quero deixar bem claro que sou totalmente a favor da amamentação. Sonhei minha gravidez inteira em amamentar o XXX até os seis meses, exclusivamente. Me preparei, fiz curso, palestras e tudo mais o que tinha direito.
Aí veio o momento tão esperado do nascimento. E ele, como a maioria de vocês já sabe, não passou nem perto da forma que todas as mães sonham. Emergência, UTI, parto prematuro… Só peguei meu filho no colo pela primeira vez cinco dias depois dele ter saído da minha barriga. Foi a primeira vez também que ele veio pro peito. Tentou sugar, até deu umas “bicadinhas”, mas a oxigenação caiu e ele voltou pra sonda gástrica. E lá se foram mais uns cinco dias até eu poder pegá-lo de novo no colo e tentar amamentar novamente. Dessa vez, ele ficou mais tempo, com o tubinho de oxigênio preso no sutiã, mas mesmo assim ele teve que tomar no copinho, porque continuou com fome.
Fomos pra casa e começamos as tentativas de amamentação. Até então, XXX tinha se alimentado somente com o meu leite - que eu tirava religiosamente de 3h em 3h e levava para o hospital diariamente - através da sonda. Sem esforço, sem sugar. Foi então que o drama começou. Ele só dormiu, era super pequenininho, sugava muito pouco e parava. Eu percebia que ele não estava se alimentando. Tirava o resto do leite e dava pra ele no copinho, pra evitar o bico. Aí é que ele mamava, mas mesmo assim engolia ar.
Os dias foram se passando e a agonia aumentando. Eu tinha pânico dele perder peso e ter que voltar para o hospital. Fiquei paranóica, na minha cabeça só o peito servia e mais nada. A cada mamada o stress era maior. XXX dormia, a gente catucava, tirava roupa, mexia. E nada. Mamava um pouquinho e parava. Ficamos nessa até o dia XXX, 17 dias depois do nascimento dele. Quando entramos no Pró-Nan, com orientação da XXXX, minha amiga/nutricionista que me salvou do hospício. Sim, porque eu teria enlouquecido se ela, minha mãe e o XXX não tivessem me apoiado tanto nessa decisão. A gente não precisa de mais gente pra nos cobrar. Nós já fazemos isso por conta própria.
E é por isso que eu falo da divulgação e a forma como essa informação tão importante é tratada. A amamentação deve realmente ser exaltada e estimulada. É o mais natural, o melhor para o bebê e para a mãe. Em todos os sentindos. Mas, não é o único caminho. Jamais teria optado por não amamentar por questões estéticas ou de praticidade. Mas foi a única opção que me restou. E só eu sei o quanto me doeu e contribuiu para os três primeiros meses do XXX terem sido muito, muito sofridos e traumáticos.
A saída? Acho que a divulgação deve continuar existindo. É uma causa muito, muito nobre. Mas, a realidade da amamentação precisa vir à tona. E não é pra falar de bico rachado ou de dor. Isso é detalhe. Mas sim pra dizer que amamentação e produção de leite não têm nada a ver com competência ou ser boa mãe. E que ela é a melhor, mas não a única opção. A relação mãe e filho não vai ser menos forte porque ele não olhou nos olhos dela enquanto mamava em seu peito. E ele não vai ser uma criança fraca, magrinha ou seja lá o que mais porque tomou leite artificial. Agora, uma coisa é verdade: uma mulher cheia de hormônios em sua corrente sangüínea, que teve sua vida virada de cabeça pra baixo com a chegada de um filho - principalmente o primeiro - certamente teria sua vida facilitade se, durante a gravidez, ela ouvisse que amamentar é um ato de amor. E decidir parar de amamentar porque seu filho precisa ganhar peso ou qualquer outra razão é um ato de muita, muita coragem.
Continuo apoiando e valorizando a amamentação. Durante muito tempo carreguei uma grande frustração - e uma culpa enorme - por não ter amamentado. Com o tempo, vendo meu filho crescer e percebendo todos os lados da maternidade, isso foi passando, ganhando um viés diferente. Estou me preparando para amamentar a XXX no peito. Sem pressões. E provavelmente essa tranqüilidade vai ser o fator decisivo para eu ter sucesso dessa vez. Pelo menos espero!


e depois, veio o comentário de uma leitora do blog...

Oi XXX!!!! Piruando pela net descobri o blog dos seus fofinhos…parabéns, eles são muito lindos. Também tenho uma baby, a pequena XXX e assim como vc e como milhares de mães não consegui amamentar. Fiz uma mamoplastia na adolescência e só amamentei a XXX na marra por 1 mês. Ô experiência frustrante meu Deus. Ninguém me orientou que não poderia amamentar e me preparei pra isso durantes os nove meses. Sou totalmente contra essa campanha impositiva da amamentação. Mãe não é só um seio, é uma realção que se constrói todo dia, independente de onde o bebê mama. Veja tantas mães que amamentam seus filhos por anos, criando uma relação simbiótica e doentia. Criando filhos inseguros e utilizando a criança pra afastar-se sexualmente do marido. Não amamentar pra mim fez com que eu optasse por uma relação bacana com a minha filha, sem dor, sem raiva, sem culpa e com muito, mas muito amor.
Bjs


meu deus digo eu...
como a gente tem um loooonnngo caminho pela frente...
de desmistificação, de mudança de paradigma...
como as pessoas (principalmente as mulheres q não conseguiram amamentar) sentem o recado da amamentação como "impositivo"!
incrível como a gente fala "alhos" e elas entendem "bugalhos"!!!!!
e, principalmente, como as pessoas envolvidas com mães e bebês, os cuidadores (médicos, enfermeiras etc) não estão preparados para assistir e orientar as mães e suas famílias no quesito amamentação!!!!
grosso modo, eu, q ainda me considero uma enorme LEIGA no assunto (apesar da experiência na matrice, apesar da minha experiência pessoal), sou capaz de apontar muitos outros caminhos q poderiam ser tentados e teriam resultado em sucesso na amamentação dos bbzinhos dessas mulheres...
pq, aparentemente, o MAIOR problema aqui foi de orientação, né? ou de falta de orientação...
o q vcs acham?

22 de mai de 2007

Pasme! Ser desorganizado não é problema. O caos é producente e economiza tempo e dinheiro de profissionais e empresas

clique no título e leia uma reportagem q vai me salvar a pele... rs

"Pessoas desorganizadas são tratadas como ineficientes, incapazes de estabelecer prioridades ou encontrar o tempo para se organizar ou com dificuldade em encontrar coisas. Isso não é verdade. Na maioria dos casos, o oposto é verdadeiro. Grosso modo, pessoas desorganizadas são mais eficientes e perdem menos tempo com detalhes bobos"

rararara!!!!
tô desculpada!!!!!

20 de mai de 2007

poema enjoadinho (vinicius de moraes)



Filhos... Filhos?
Melhor não tê-los!
Mas se não os temos
Como sabê-los?
Se não os temos
Que de consulta
Quanto silêncio
Como os queremos!
Banho de mar
Diz que é um porrete...
Cônjuge voa
Transpõe o espaço
Engole água
Fica salgada
Se iodifica
Depois, que boa
Que morenaço
Que a esposa fica!
Resultado: filho.
E então começa
A aporrinhação:
Cocô está branco
Cocô está preto
Bebe amoníaco
Comeu botão.
Filhos? Filhos
Melhor não tê-los
Noites de insônia
Cãs prematuras
Prantos convulsos
Meu Deus, salvai-o!
Filhos são o demo
Melhor não tê-los...
Mas se não os temos
Como sabê-los?
Como saber
Que macieza
Nos seus cabelos
Que cheiro morno
Na sua carne
Que gosto doce
Na sua boca!
Chupam gilete
Bebem xampu
Ateiam fogo
No quarteirão
Porém, que coisa
Que coisa louca
Que coisa linda
Que os filhos são!

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
todo mundo melhor.
eu é q fiquei gripada de novo. trabalhando até de madrugada... ninguém tem peninha de mim...
é a vida.
tô de mal-humor.
nada a ver com filhos (não... tô brava com o + velho)
sei lá.
deixa pra lá.
vamos ver a semana, né?

17 de mai de 2007

pagando a língua...

quase 10h, falando ao celular com a fabíola, ela me conta q fritou bife às 6 horas da manhã pra paola, filhinha dela.
tirei sarro, "comigo, não, violão!", q eu não ia fazer uma coisa dessas nem morta!!!!
desligo o telefone, e a minha g. pede "mamãe, qué maca-ão"...
não, g., não tem (mentira).
a bichinha vai até a cozinha, abre a geladeira, e fala "tem, sim, ó, maca-ão com moio banco!" e aponta para o pirex na 2ª prateleira.
daí eu pensei "a bichinha tá com fome" e... dei o macarrão com molho branco em plena 10 horas da manhã!!!!
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
explicação pra minha "fraqueza": desde segunda-feira ela vem vomitando, com diarréia, e tem se alimentado mal... achamos q é rotavírus, q o QM teve no fim de semana, e o r. tb ficou mal ontem mesmo...
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
explicação REAL pra minha "fraqueza": dane-se, quem disse q não se pode comer macarrão qdo se tem vontade???

KKKKKKKK!!!!!

16 de mai de 2007

como foi na água branca

foi uma delícia!
foi uma loucura!
foi um sucesso!!!
fotenhas pra comprovar...


as matrices esperando "bombar"...




olhem pra diversidade de produtinhos na "nossa" mesa... bacana, né?! e g., uma mocinha!!!!


dá pra ver o tanto de gente?

fotografias: beatrice basaglia

11 de mai de 2007

no parque da agua branca...

... logo mais a gente vai estar!
e vender bolsinhas porta-trecos que nem essa, que minha filhota gentilmente fotografou!





e vender adesivos, tb, com o símbolo internacional de amamentação.
toda a verba vai ser revertida para a manutenção e crescimento da matrice, nossa ONG q dá apoio à amamentação!
estão todos convidados, nesse dia existe uma feira de produtos orgânicos, um café gostoso, e especialmente amanhã, muitas mães e pais e irmãos e bebês e parentes e agregados fofos!!!

9 de mai de 2007

Ação de dia das mães da MATRICE - 12 MAIO

O Ritual do Início
Ao pensarmos no início da vida, nos rituais que acontecem na hora do nascimento, pensamos em quem vai cortar o cordão umbilical e como será o primeiro banho. Mas existe um outro ritual que antecede esses, que é o primeiro encontro entre Mãe e Filho, o primeiro olhar, o primeiro abraço, os primeiros sons, cheiros, carinhos, pele com pele e boca no peito, a primeira mamada.
É na primeira hora depois do nascimento que mãe e filho estão fisicamente mais prontos para enfrentar o início de um nova relação, a relação do leite materno, a relação do bebê agora fora da barriga e finalmente no colo.
No colo o bebê conhece o rosto da sua mãe, seu olhar e seu carinho.
(Não permita o uso de colírio antes do seu bebê ter a chance de olhar para você. Questione o uso do colírio)
No colo o bebê sente o cheiro da sua pele e procura instintivamente o seio onde irá receber o colostro, sua primeira imunização.
(Informe-se sobre as vantagens do colostro como primeiro alimento para seu bebê. Não permita que outro alimentolhe seja dado, além do seu leite, nos primeiros dias de vida)
No colo e no contato pele com pele o coração do bebê se acalma, sua temperatura se mantêm, sua respiração encontra um ritmo, benefícios que nenhum berço aquecido consegue imitar.
(O programa mãe-canguru baseia-se no uso do colo com melhor espaço para desenvolvimento de um bebê, prematuro ou não)
O colo na primeira hora é o espaço que mãe e bebê precisam para estabelecer uma amamentação de sucesso.
(Todas as rotinas com o bebê: lavar, pesar, injeções e medições devem ser evitadas até o bebê mamar ou pelo menos durante a primeira hora. Recomendação da OMS)

VOCÊ SABIA QUE:
* O recém-nascido deve ser amamentado ainda na sala de parto, imediatamente após o nascimento, pois o colostro apresenta proteínas de caráter imunológico, proporcionando a defesa necessária ao bebê.
* O período em que o bebê permanence sem mamar chama-se hiato imunológico, período preocupante, pois a criança está indefesa aos agentes externos, ficando assim suscetível a várias doenças, como a poliomielite, o virus Coxsakie do gênero dos Enterovírus, a E. Coli patogência, as Salmonelas e as Shigellas.
* Amamentar o bebê imediatamente após seu nascimento estimula:
- A produção do leite;
- A contração do útero (reduz o risco
de sangramento intenso);
- A eliminação do mecônio (primeira evacuação do bebê).
* Nessa primeira hora de vida, o reflexo de sucção do bebê é mais forte e eficaz e contribui para estabelecer uma "pega" apropriada.

Convite à Ação
Este ano a WABA* lançou a Semana Mundial da Lactância Materna (SMA 2007) comemorada em Agosto com o tema "Amamentando na Primeira Hora Salvamos um Milhão de Bebês!"
Queremos convidar grávidas, mães, pais, mulheres, jovens e crianças a participarem do nosso primeiro Amamentando no Parque: Um encontro de mães que amamentam (ou amamentaram) e que querem ajudar a promover a amamentação na primeira hora como prática comum para mães e bebês recém-nascidos. Esse será o primeiro de vários encontros que serão realizados daqui até Agosto em celebração à SMA 2007 promovendo a amamentação na primeira hora.
Para garantir uma amamentação bem-sucedida e um nascimento mais pacífico, mãe e bebê, juntos na primeira hora!

Onde: Parque da Água Branca "Feira de Orgânicos"
Quando: Sábado, dia 12 de Maio, véspera do Dia das Mães
Hora: das 9h00 às 12h00

Atividade: venda de produtos e adesivos com o logo internacional de amamentação, com o dinheiro faremos panfletos para informar mais grávidas da amamentação na primeira hora!!!

Manifesto Conjunto: responda à pergunta: Por quê Amamentar?
Inscrição: faça sua inscrição no local para continuar sendo informado dos nossos próximos eventos Amamentando no Parque.

Se você participa de um grupo de mães em outra cidade que apóia as recomendações da OMS em relação ao parto e amamentação, entre em contato conosco para ampliar essa ação... vamos nos dar as mãos!

* A Aliança Mundial Pró Aleitamento Materno (WABA) é uma rede global de indivíduos e organizações relacionada com a proteção, promoção e apoio da amamentação no mundo todo baseado na Declaração de Innocenti, nas Dez Diretrizes para Nutrir o Futuro (Ten Links for Nurturing the Future) e na Estratégia Global para Alimentação do Lactante e da Criança Pequena da OMS/UNICEF. A WABA possui categoria de consultor para o Fundo das Nações Unidas para a infância (UNICEF), e como ONG, tem categoria de consultor especial diante do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (ECOSOC).


Quero ver todo mundo lá!!!!